Madrid: Gran Vía, Palacio de Cibeles e Puerta de Alcalá

Edifício Metrópolis Gran Vía Madrid
Edifício Metrópolis: um dos ícones da Gran Vía

Neste artigo eu dou a sugestão de um roteiro por uma área super bacana da região central de Madrid:

  • Gran Vía
  • Palacio de Cibeles
  • Puerta de Alcalá
  • Iglesia de San Manuel y San Benito

Lojas, muitas lojas: esse roteiro passa pela Gran Vía, a avenida mais emblemática de Madrid, onde está a maior concentração de lojas de departamentos, roupas e acessórios da cidade.

Arquitetura modernista: nessa área você verá construções marcantes do início do século XX que ficam nos arredores do Centro Histórico de Madrid.

Cultura: ao longo do roteiro você passará por inúmeros centros culturais que oferecem os mais variados tipos de exposições (muitas gratuitas).

Entretenimento: um trecho da Gran Vía possui a maior concentração de teatros, casas de espetáculos e cinemas antigos de Madrid.

Duração do roteiro: vai depender do seu perfil. Eu diria que dá para percorrer esse trajeto em cerca de duas horas (de maneira rápida e superficial). Ou passar o dia todo fazendo compras, admirando a arquitetura dos prédios e visitando os centros de arte e exposições que você encontrará pelo caminho.

Sentido inverso para compras: as principais lojas estão no início desse roteiro. Se o seu foco for compras você pode fazer o roteiro no sentido inverso para deixar as compras para o final. Mas eu acho que o ideal é deixar as compras para outro momento (à noite por exemplo, quando as lojas permanecem abertas e a Gran Vía iluminada fica ainda mais linda).

Combinações: se você fizer esse roteiro de maneira mais rápida é possível combiná-lo com outras atrações como o Centro Histórico (Puerta del Sol e Plaza Mayor), o Palácio Real de Madrid, a Catedral de Almudena, a região do Templo de Debod, o Paseo del Prado (onde estão os principais museus de arte de Madrid), o Parque del Retiro, entre outras. São muitas as opções.

Palacio de Cibeles Madrid
Palacio de Cibeles: o lindo palácio abriga a prefeitura de Madrid e um centro cultural gratuito

Mapa do roteiro

Veja abaixo o mapa do roteiro na seguinte sequência: Plaza de España, Gran Vía, Palacio de Cibeles, Puerta de Alcalá e Iglesia de San Manuel y San Benito.

Início do roteiro

Eu proponho começar o roteiro pela Plaza de España (com acesso pelas linhas 3 e 10 do Metrô) onde fica uma das pontas da Gran Vía (a outra é na Calle de Alcalá). Na Plaza de Espanã fica o Monumento a Cervantes e os prédios Torre de Madrid e Edifício España. Veja mais detalhes da Plaza de España no artigo Templo de Debod e arredores.

Plaza de España Madrid Espanha
Veja mais detalhes da Plaza de España (início do roteiro)

Gran Vía

História: podemos considerar a Gran Vía como uma avenida moderna, já que ela está localizada ao lado do centenário Casco Historico de Madrid. As obras da avenida, que resultaram na demolição de muitos edifícios e na intervenção de várias ruas, foram feitas em três etapas entre 1910 e 1932. O objetivo foi modernizar essa parte do Centro Histórico. A extensão da Gran Vía é de 1,4 km.

Gran Vía Madrid Espanha
Gran Vía à noite: nós fomos em meados de dezembro e as avenidas e ruas centrais de Madrid estavam iluminadas para o Natal

Da Plaza de España até a Plaza de Callao (Broadway Madrilenha): nesse trecho de 600 metros a Gran Vía é chamada de Broadway Madrileña (guardada as devidas proporções) pela grande concentração de teatros e cinemas antigos (muitos viraram teatros): Teatro Lope de Vega (onde desde 2011 é apresentado o musical El Rey León, o mais concorrido entre os turistas), Teatro de la Luz, Teatro Arlequín, Teatro Coliseum, Teatro Príncipe, Pequeño Teatro Gran Vía, Teatro Capitol, entre outros.

Plaza de Callao: é a principal praça da Gran Vía. Essa é a área da avenida com a maior circulação de pedestres. A Plaza de Callao é o ponto da Gran Vía mais próximo da praça Puerta del Sol (400 metros) e as ruas que ligam as duas praças (Preciados e del Carmen) possuem muitas lojas e e um enorme fluxo de pedestres. Na Plaza de Callao ficam um El Corte Inglés (há um outro na Preciados mais próximo da Puerta del Sol) e uma Fnac. A praça também possui alguns prédios históricos como o Cines Callao, o Palacio de la Prensa (onde fica o Cine de la Prensa) e o Edifício la Adriatica. A estação Callao (no subsolo da praça) é atendida pelas linhas 3 e 5 do Metrô.

Plaza de Callao Madrid
Plaza de Callao
Cines Callao Madrid
Cines Callao
Edifício la Prensa
Edifício la Prensa

Da Plaza de Callao até o Edifício Telefónica: vai ser difícil você caminhar esse trecho da Gran Vía (+- 300 metros) sem olhar para as vitrines. Nessa área ficam lojas como Zara, Mango, Sephora, entre outras. A H&M possui duas unidades, mas não deixe de entrar na que fica no prédio do antigo Cine Avenida (Gran Vía, nº 37; o lindo hall de entrada do cinema foi conservado). Mas o grande destaque da área é a Primark. Inaugurada em 2015 ela é a maior loja da Gran Vía, um verdadeiro paraíso das roupas baratas. Entre os prédios históricos desse trecho estão o Edífico 32 (onde está a Primark), o Hotel Atlântico com a sua linda fachada e o Edifício Telefónica (o primeiro arranha-céus de Madrid, inaugurado em 1929).

Hotel Atlântico Madrid
Hotel Atlântico
Gran Vía Madrid
Gran Vía: o enorme prédio branco é o da Primark
Hotel Atlântico Madrid
Fachada da Primark
Hotel Atlântico Madrid
Interior da Primark: paraíso das roupas baratas
Edifício Telefónica Madrid: o primeiro arranha-céus de Madrid
Edifício Telefónica: o primeiro arranha-céus de Madrid

Do Edifício Telefónica até o Edifício Metrópolis: esse trecho da Gran Vía, sem a força comercial do trecho anterior, é uma descida de 400 metros até a Calle de Alcalá. A descida segue sem grandes destaques até a esquina da Gran Vía com a Alcalá onde fica um dos ícones mais fotografados da Gran Vía: o Edifício Metrópolis. O prédio foi inaugurado em 1911, possui estilo neo-renascentista e uma estátua da Victoria Alada no topo (que na década de 1970 substituiu uma Fênix). Ao lado do Edifício Metrópolis fica o também belo Edifício Grassy cujo endereço é Gran Vía nº 1 (oficialmente a Gran Vía começa na Calle de Alcalá e termina na Plaza de España).

Edifício Metrópolis Madrid
Edifício Metrópolis com a Estátua da Victoria Alada no topo.

Do Edifício Metrópolis até o Palacio de Cibeles: esse trecho de 300 metros é pela Calle de Alcalá. Na frente do Edifício Metrópolis fica o Círculo de Bellas Artes (Calle de Alcalá, nº 42). O prédio do Círculo em si não chama muito a atenção, mas o local possui Salas de Exposições e o movimentado bar-restaurante Azotea del Círculo que fica no terraço e oferece uma linda vista. O acesso tanto às salas de exposições quanto ao Azotea são pagos (4 euros cada, mas o ticket combinado sai por 5 euros). Compre os tickets no térreo. Confira os horários: Círculo de Bellas Artes. Ainda na Calle de Alcalá, no sentido Palacio de Cibeles, você passará na frente do belo prédio do Instituto de Cervantes.

Círculo Bellas Artes Madrid
Círculo Bellas Artes: centro cultural
Mirador Azotea Circulo Bellas Artes Madrid
Azotea del Círculo: bar no terraço para tomar um drink, tapear e apreciar a vista
Instituto Cervantes Madrid
Belo prédio do Instituto de Cervantes

Palacio de Cibeles

Plaza de Cibeles: antes do palácio eu vou comentar sobre a praça que fica em frente. A histórica praça (mais parecida com uma rotatória/balão/rótula), é uma das mais belas de Madrid. A Plaza de Cibeles é o tradicional ponto de comemoração dos torcedores do Real Madrid e da Seleção Espanhola. No centro da praça está a Fuente de Cibeles (de 1782) que fica linda com a iluminação noturna. As quatro esquinas da praça possuem construções marcantes: o Palacio de Cibeles (que eu comento abaixo), o Palacio de Buena Vista (de 1777, que abriga o Cuartel General del Ejército), a sede do Banco de España e o Palacio de Linares, que atualmente abriga a Casa de América (que promove a união da cultura espanhola com a americana; confira as exposições que geralmente são gratuitas; nos finais de semana há visitas guiadas pelo lindo palácio). Opção: o Paseo del Prado cruza a Plaza de Cibeles. Você pode adaptar esse roteiro e seguir o Paseo del Prado onde estão os principais museus de arte de Madrid.

Fuente de Cibeles Madrid
Fuente de Cibeles com o Palácio de Cibeles ao fundo
Fuente de Cibeles Madrid
Fuente de Cibeles com iluminação noturna
Palacio de Linares - Casa de América - Madrid
Palacio de Linares que abriga a Casa de América
Banco de España Madrid
Prédio do Banco de España: estava em restauração.

Palacio de Cibeles: o palácio é uma das construções mais lindas de Madrid. Ele foi inaugurado em 1919 com o nome de Palacio de Comunicaciones para abrigar a sede dos Correos e gerenciar os telégrafos e as comunicações. Desde 2007 o palácio é a sede da prefeitura de Madrid. O nome Palacio de Cibeles só veio em 2011 quando o palácio foi reinaugurado para o público. Atualmente, além da prefeitura, o palácio também é sede do centro cultural CentroCentro (veja abaixo).

Palacio de Cibeles Madrid
Palacio de Cibeles
Palacio de Cibeles Madrid
Fachada do palácio: refugiados sejam bem-vindos

CentroCentro – Mirador Madrid – Galería de Cristal: localizado no interior do Palacio de Cibeles o centro cultural CentroCentro possui várias salas que abrigam exposições (geralmente gratuitas) distribuídas entre os andares 1, 3, 4 e 5. No 8º andar do palácio fica o Mirador Madrid que oferece uma linda vista. O acesso ao mirador é pago (2 euros) e os tickets são vendidos no térreo (também dá para comprar pela internet com horário marcado). O mirador fica aberto de terça a domingo das 10:30 às 13:30 e das 16:00 às 19:00 e é bastante procurado pelos turistas. Infelizmente quando eu fui o mirador estava fechado para reforma. Confirme os horários do CentroCentro e do Mirador Madrid. Já no 6º andar do palácio fica um restaurante e terraza bar que também possui lindas vistas. Para finalizar o Palacio de Cibeles possui a Galería de Cristal, uma praça coberta por uma enorme abóboda de cristal que pesa mais de 500 toneladas e possui mais de 2.000 cristais triangulares todos diferentes entre si. O acesso à Galería de Cristal é diferente ao das atrações anteriores. São dois acessos, um pela Calle de Alcalá e outro pela charmosa Calle de Montalbán (você pode entrar por uma rua e sair pela outra).

Palacio de Cibeles Madrid
Palácio de Cibeles por dentro: acesso gratuito
Palacio de Cibeles Madrid
Cúpula do palácio
Mirador Madrid Palacio de Cibeles
Disculpen las molestias: o mirador estava fechada para reforma quando fomos
Galería de Cristal Palacio de Cibeles Madrid
Galería de Cristal do Palacio de Cibeles: mais de 2.000 cristais diferentes entre si

Puerta de Alcalá

Puerta de Alcalá: após o Palacio de Cibeles continue por mais 200 metros na Calle de Alcalá e você chegará na linda Puerta de Alcalá.

História: ela é uma das 5 portas reais que davam acesso à cidade quando Madrid ainda era amuralhada. A porta atual foi construída no século XVIII substituindo uma ainda mais antiga. Inspirada nos Arcos do Triunfo romanos, a Puerta de Alcalá foi a primeira nesse estilo construída na Europa após a queda do Império Romano. Ela foi a precursora de arcos como o Arco do Triunfo em Paris e o Portão de Brandemburgo em Berlim.

Puerta de Alcalá Madrid Espanha
Puerta de Alcalá: uma das portas que davam acesso à cidade de Madrid quando ela era amuralhada

Parque del Retiro: a Puerta de Alcalá fica em uma rotatória (chamada de Plaza de la Independencia). Em frente à ela está a principal entrada do Parque del Retiro. Antes ou depois de entrar no parque, caso seja esse o seu roteiro, dê um pulo na Iglesia de San Manuel y San Benito (se você gosta de visitar igrejas).

Iglesia de San Manuel y San Benito

Localização: a pequena igreja, pouco conhecida entre os turistas, fica a 200 metros da Puerta de Alcalá e da entrada principal do Parque del Retiro. O endereço é Calle de Alcalá, nº 83 na esquina com a Calle de Lagasca. Em frente ao templo fica a estação Retiro do Metrô (linha 2).

Igreja: não considero uma visita imperdível, mas a beleza da pequena igreja pode surpreender os amantes desse tipo de atração. A Iglesia de San Manuel y San Benito foi inaugurada em 1910 e é uma das principais obras no estilo neo bizantino em Madrid. Entre os destaques estão a torre do campanário e a linda cúpula.

Visita: o acesso é gratuito, mas não encontrei muitas informações sobre o horário das visitas turísticas. Quando eu fui a igreja estava aberta (mas já li relatos de quem a encontrou fechada). No site tem os horários das missas: Iglesia de San Manuel y de San Benito. A igreja é pequena e a visita é rápida.

Iglesia de San Manuel y San Benito Madrid
Fachada da Iglesia de San Manuel y de San Benito
Iglesia de San Manuel y San Benito Madrid
Interior do templo: arquitetura neo bizantina
Iglesia de San Manuel y San Benito Madrid
Linda cúpula

Continuação do roteiro

Dependendo do seu ritmo: você pode ter demorado poucas horas ou o dia todo para fazer esse roteiro. Vai depender das compras, do seu interesse por exposições culturais e da admiração da arquitetura das construções.

Opções: caso você ainda tenha tempo há várias atrações que você pode visitar a partir da Puerta de Alcalá/Iglesia de San Manuel y San Benito. O Parque del Retiro estará literalmente na sua porta. Após visitar o parque você pode sair dele pela Puerta Felipe IV e você estará bem próximo do Museo del Prado. Outra opção próxima a Puerta de Alcalá é o Museo Arqueológico Nacional. Você também pode dar uma esticada até a Plaza de Toros Las Ventas ou fazer o tour no Estádio Santiago Bernabéu.

Dúvidas

Se você tem alguma dúvida sobre as atrações ou sobre esse roteiro deixe um comentário abaixo :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *