Monasterio de El Escorial (Espanha): Visitas, Horários, Preços

Monasterio de El Escorial - Madrid - Espanha
Monasterio de El Escorial: um dos maiores complexos reais espanhóis

O Monasterio de El Escorial (Monasterio de San Lorenzo de El Escorial ou Real Sitio de San Lorenzo de El Escorial) é um mosteiro localizado na cidade de San Lorenzo de El Escorial na região de Madrid na Espanha.

Complexo: o Monasterio de El Escorial não é apenas um mosteiro. Ele é um complexo real espanhol que reúne um mosteiro, uma basílica, uma biblioteca, dois panteões (onde estão enterrados a maioria dos reis espanhóis), dois palácios reais, entre outros recintos. O local foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1984.

Confira neste artigo todas as dicas para você visitar o Monasterio de El Escorial

  • Monasterio de El Escorial: localização, história e detalhes da visita.
  • Dependências: os principais locais que você poderá visitar no interior do complexo são o Panteão dos Reis, a Basílica, a Biblioteca, o Palácio dos Áustrias e o Palácio dos Bourbons.
  • Jardins e entorno: veja como são os jardins e as atrações no entorno do mosteiro (Casita del Príncipe, Casita del Infante e La Silla de Felipe II).
  • Valle de Los Caídos: como combinar no mesmo dia o mosteiro com o Valle de Los Caídos (outra grande atração da cidade de San Lorenzo de El Escorial).
  • A minha experiência: confira o relato da minha visita.
  • Como chegar: como ir de Madrid até o Monasterio de El Escorial (bate-volta de trem, ônibus, carro e passeios com agências).
  • Onde ficar em San Lorenzo de El Escorial.
  • Horários para visitar o Monasterio de El Escorial, preços dos tickets e os horários gratuitos.
  • Dúvidas: se após você ler o artigo ainda tiver alguma dúvida deixe um comentário no final do artigo.

Passeios com agências: uma maneira cômoda de visitar o monastério são os passeios com agências (eu li alguns relatos dizendo que o tempo para visitar os jardins é curto). Confira na Viator essas excursões saindo de Madrid:

Monasterio de El Escorial

Localização: o Mosteiro de El Escorial fica na cidade de San Lorenzo de El Escorial que pertence à região de Madrid (Comunidade de Madrid). A distância de Madrid até o Monasterio de El Escorial é de apenas 53 km. É um bate-volta super viável.

Mapa: veja no mapa abaixo a localização do mosteiro (em estrela) e de Madrid. Note que a localização de El Escorial forma um triângulo com as cidades de Segóvia e Ávila:

Palácios reais próximos de Madrid. Além do Monastério de El Escorial existem outros palácios reais que são possíveis visitar a partir de Madrid: Palácio Real de Madrid, Palácio Real de El Pardo (também em Madrid), Palácio Real de Aranjuez, Palácio Real de La Granja de San Ildefonso (perto de Segóvia) e o Palácio Real de Riofrío (também perto de Segóvia). Também não posso deixar de mencionar o imperdível Alcazár de Segóvia.

8º Maravilha do Mundo: após a sua construção no final do século XVI o Monastério de El Escorial chegou a ser chamado de 8º Maravilha do Mundo. Além de ser a maior construção da Europa na sua época o mosteiro era um grande centro de poder político-espiritual.

Impressionante. A fachada do mosteiro voltada para o Jardín de Los Frailes é impressionante:

Monasterio de El Escorial
Mosteiro de El Escorial visto do Jardín de Los Frailes

História do Monasterio de El Escorial

1563-1584: o Monasterio de El Escorial foi construído a mando do Rei Felipe II entre os anos de 1563 e 1584, um curto período de tempo considerando a magnitude da obra e a época da construção.

Motivações. Foram duas as principais motivações do Rei Felipe II ao idealizar o projeto: comemorar a vitória na Batalha de San Quintín contra a França em 1557 e a construção de um novo local que abrigasse os restos mortais dos reis e rainhas espanhóis.

Vitória: a Batalha de San Quintín foi travada no dia de San Lorenzo (daí o nome de Monasterio de San Lorenzo de El Escorial).

Testamento: ao falecer em 1558 o Rei Carlos I (pai de Felipe II e rei que iniciou a Dinastia dos Áustrias-Habsburgos na Espanha) deixou em seu testamento uma ordem para que fosse construído um novo local para abrigar os seus restos mortais e os da sua esposa (a Rainha Isabel de Portugal). Carlos I também deixou explícito que o novo local deveria abrigar os corpos dos futuros reis e rainhas espanhóis (o Panteão Real).

Divindades: ao cumprir a ordem do seu pai o Rei Felipe II mandou construir um mosteiro junto ao Panteão Real com a intenção de espiritualizar o local onde repousam os reis e rainhas da Espanha.

Multifuncional: para dar magnitude ao local foram projetados a imponente Basílica, a Biblioteca e o Palácio Real, atualmente chamado de Palácio de Felipe II (ou de Los Austrias). O Monastério de El Escorial é um complexo multifuncional.

Supervisão de Felipe II: apesar de ter contratado alguns dos melhores arquitetos da época é possível dizer que El Escorial é uma obra do Rei Felipe II. Ele participou profundamente do projeto e supervisionava a construção do alto de uma colina próxima. Até hoje é possível visitar La Silla (a cadeira) de Felipe II no alto da colina.

O maior: o grandioso Felipe II enviou uma equipe de campo que explorou a Europa para verificar quais eram as maiores construções. Assim ele garantiu que El Escorial fosse a maior construção da Europa na sua época. O mosteiro se tornou um dos principais (ou o principal) centro político do final do século XVI, mostrando todo o poder e a riqueza do chamado Século de Ouro Espanhol.

Dois palácios reais: no século XVIII iniciou-se uma nova dinastia na Espanha, a dos Bourbons. A nova família tinha um temperamento mais festivo e alegre e não se familiariza com o aspecto austero do Palácio Real que havia no complexo de El Escorial (construído na dinastia dos Áustrias). Os Bourbons mandaram adaptar um novo palácio dentro do complexo. Assim El Escorial possui dois palácios: o dos Austrias (Habsburgos) e o dos Bourbons. Ao longo dos séculos muitos reis deslocavam a corte para El Escorial durante algum período do ano, geralmente no outono.

Monges: o mosteiro mesmo foi fundado por monges da Ordem de San Jerónimo. Após um período de decadência e disputas ele chegou a ficar fechado por algumas décadas. Retomado em 1885 por monges da Ordem de San Agustín o Mosteiro de El Escorial está ativo até hoje.

Visita ao Monasterio de El Escorial

Fachada: o prédio de estilo renascentista tem uma fachada que impressiona pelo seu tamanho. A fachada principal é a oeste que possui 207 metros de comprimento e onde está a entrada principal do complexo (pelo Patio de Los Reyes onde fica a Basílica). Mas a fachada mais bela é a sul, voltada para o Jardin de Los Frailes, que possui 161 metros de comprimento e janelas que se perdem de vista.

Mosteiro de El Escorial - Espanha
Fachada oeste: é a maior e abriga a entrada principal do complexo
Jardín de Los Frailes - Monasterio de El Escorial
Fachada sul: a mais enigmática
Patio de Los Reyes - Monasterio de El Escorial
Patio dos Reis e a Basílica

Atenção: a visita interna ao complexo é um pouco confusa. Os visitantes entram por uma entrada lateral e lá dentro são 3 etapas para fazer o roteiro completo. Muitos visitantes desorientados acabam saindo sem ver tudo. Não há uma sequência obrigatória para cumprir as etapas. 1º etapa: é um roteiro demarcado em que você visitará o Claustro Principal (com lindos afrescos nas paredes), a Iglesia Vieja, as Salas Capitulares (com telas importantes), os panteões (o dos infantes e o real), os palácios (dos Austrias e dos Bourbons) e a Sala de Batalhas (com gigantescos e impressionantes afrescos que retratam vitórias espanholas). 2º etapa: é a Basílica cujo maior destaque são o Retábulo principal e a Capilla Mayor. A entrada da Basílica fica ao lado da 1º etapa. Verifique se está havendo culto (quando a visita turística não é permitida; nesse caso vá para 1º etapa). Se não estiver havendo culto garanta a visita à Basílica e deixe a 1º etapa para depois. 3º etapa: é a Biblioteca, que fica um pouco escondida. Como ela está mais próxima da saída deixe-a por último.

Veja no mapa abaixo a localização da entrada e da saída (após você completar as 3 etapas acima) da visita turística:

Mais ou menos: apesar de El Escorial contar com dois palácios reais eles estão, na minha opinião, em um nível abaixo do Palácio Real de Madrid e do Palácio Real de Aranjuez. No Palácio dos Austrias (Habsburgos) você percorrerá os aposentos reais incluindo o cômodo onde o Rei Felipe II faleceu e que possuía uma abertura para que ele, quando enfermo, pudesse assistir a missa que acontecia na Basílica. No Palácio dos Bourbons o grande destaque é a coleção de tapetes.

Imperdível: uma das principais atrações do complexo é a linda Biblioteca. O salão possui 54 metros de comprimento e lindos afrescos nas abóbodas. O acervo é impressionante, com mais de 40.000 volumes.

O ponto alto da visita ao Monasterio de El Escorial é, na minha opinião, os panteões (dos infantes e principalmente o real).

Panteón de Infantes: onde estão enterrados príncipes, princesas, infantes e rainhas que não foram mãe de reis. São várias salas com dezenas de sepulturas em mármore branco que formam um ambiente lindo, mas sombrio.

Panteón de los Reyes (também chamado de Cripta Real del Monasterio de El Escorial): após percorrer o Pantéon de Infantes chega-se a uma escadaria que desce até o Panteão dos Reis (localizado abaixo da Capilla Mayor da Basílica). Ao descer a escadaria o ambiente vai ficando cada vez mais sombrio. A sensação de descer a escadaria e acessar o panteão é indescritível. O panteão real, apesar de pequeno, é deslumbrante. As 26 sepulturas de mármore são adornadas com bronze. Ali estão os reis e rainhas espanhóis desde Carlos I, falecido em 1558. As exceções são os reis Felipe V (que está no Palacio Real de la Granja de San Ildefonso) e Fernando VI (que está na Iglesia de Santa Bárbara em Madrid).

Inesquecível: eu visitei diversos palácios, templos, castelos e igrejas na Espanha e na Europa e os panteões de El Escorial estão entre os locais mais incríveis que eu já conheci.

Pudridero: uma curiosidade é que os restos mortais não vão diretamente aos panteões. Antes eles ficam por 25 anos no Pudridero, uma pequena sala cujo acesso só é permitido aos monges. Atualmente há três corpos lá, sendo que dois irão ao panteão real: os restos mortais do Conde e da Condessa de Barcelona (bisavós do atual rei da Espanha, Felipe VI, e que não foram reis por causa da Ditadura de Franco).

Lotação máxima: quando o Panteão Real receber esses dois corpos ele estará completo. Existem várias discussões sobre o destino final dos próximos reis e rainhas espanhóis que vierem a falecer.

Duração da visita: a visita ao interior do complexo pode ser feita em cerca de 2 horas, mas pode demorar mais dependendo do seu ritmo. Considere mais uns 30 minutos ou 1 hora para os jardins.

Não é permitido tirar fotos dentro do Monasterio de El Escorial: infelizmente só é possível tirar fotos das áreas externas. Mas para despertar a sua vontade de visitar estou colocando algumas fotos disponíveis no site oficial do mosteiro:

Biblioteca - Monasterio de El Escorial
Biblioteca. Crédito: Patrimonio Nacional
Claustro - Monasterio de El Escorial
Claustro principal. Crédito: Patrimonio Nacional
Basílica - Monasterio de El Escorial
Coro da Basílica. Crédito: Patrimonio Nacional
Palacio de Los Bourbons - Monasterio de El Escorial
Palácio dos Bourbons. Crédito: Patrimonio Nacional
Monasterio de El Escorial - Espanha
Afrescos. Crédito: Patrimonio Nacional
Panteão dos Reis - Monasterio de El Escorial
Panteão dos Reis. Crédito: Patrimonio Nacional

Jardins do Monasterio de El Escorial

Jardín de Los Frailes: a visita aos jardins do mosteiro se dá pelo lado de fora do complexo. A entrada nos jardins é gratuita. O acesso é feito pelo Jardín de Los Frailes.

Parada para fotos: ao sair do mosteiro e seguir até os jardins não entre de primeira. Continue por mais alguns metros porque é desse ponto que você terá a melhor vista para tirar fotos da fachada do mosteiro.

Veja no mapa abaixo o local da saída da visita ao complexo, da entrada dos jardins e do local para fotos:

Monasterio de El Escorial (7)
Melhor local para fotos
Jardín de Los Frailes - Monasterio de El Escorial (7)
Entrada dos jardins

Jardín de Los Frailes - Monasterio de El Escorial (5) Jardín de Los Frailes - Monasterio de El Escorial (6) Jardín de Los Frailes - Monasterio de El Escorial (7)

Comparação: os jardins são bonitos e circundam as fachadas sul e leste do mosteiro. É um local super agradável para caminhar, relaxar e apreciar a paisagem. Mas em termos de beleza não se comparam com os jardins dos palácios de La Granja de San Ildefonso e de Aranjuez.

Casita del Príncipe e Casita del Infante

Palacetes: nos bosques nos arredores do Monasterio de El Escorial ficam as casitas del Príncipe (1,7 km do mosteiro) e del Infante (1,0 km). Ambas são palacetes neoclássicos construídos no século XVIII, possuem seus próprios jardins e estão abertas para visitas.

Veja no mapa abaixo a localização delas:

A mais interessante das casitas é a do Príncipe: ela é o maior palacete, com jardins mais amplos e fica em um grande e bonito bosque. Para visitar os jardins você terá que comprar o ingresso para a casita. O bosque está aberto ao público e fica entre a estação de trem e o mosteiro. A caminhada da estação de trem até o mosteiro pode ser feita pelo bosque (mais abaixo eu explico em Como Chegar).

Eu não entrei nas casitas porque a minha prioridade era ir no Valle de Los Caídos. Se você for passar o dia todo em El Escorial dá para visitar o mosteiro e as casitas (a do Infante só abre às sextas-feiras).

Casita del Príncipe - Monasterio de El Escorial
Casita del Príncipe
Bosque Casita del Príncipe - El Escorial (2)
Bosque ao redor da Casita del Príncipe
Casita del Infante - Monasterio de El Escorial
Casita del Infante

La Silla de Felipe II

Cadeira: La Silla é a cadeira de pedra que Felipe II supostamente usava para supervisionar a construção de El Escorial. Ela fica no alto de uma colina nas proximidades do mosteiro, no local onde havia um acampamento do rei. Do local se tem uma bela vista de El Escorial e da Serra de Guadarrama. É possível chegar até lá a pé ou de carro (a distância é de 4 km). O trajeto é lindo e passa por um bosque com muitas árvores. Há um pequeno bar para atender os turistas. Eu não fui até a La Silla porque o dia estava bastante nublado e não daria para ver o mosteiro e nem a linda paisagem da Serra de Guadarrama.

Veja o mapa com o trajeto a pé do mosteiro até a La Silla de Felipe II:

La Silla de Felipe II - El Escorial
La Silla de Felipe II. Crédito: Ayuntamiento de San Lorenzo de El Escorial

Valle de Los Caídos

Emblemático: o Valle de Los Caídos, também localizado na cidade de San Lorenzo de El Escorial, é um dos mais emblemáticos monumentos espanhóis. O local fica no alto de uma montanha (distante apenas 14 km do Monasterio de El Escorial) e possui uma basílica construída dentro de uma rocha. Lá estão enterrados o Ditador Franco, além de dezenas de milhares de soldados mortos na Guerra Civil Espanhola.

Monasterio + Valle: na minha opinião é praticamente obrigatório para quem vai até o Monasterio de El Escorial também visitar o Valle de Los Caídos. Veja todos os detalhes no artigo: Valle de Los Caídos.

Valle de Los Caídos - Espanha
Valle de Los Caídos: uma gigantesca basílica escavada na rocha e a maior cruz do mundo

A minha experiência

Frio: nós visitamos o Monasterio de El Escorial em um dia de semana do mês de dezembro. Estava bem frio nesse dia (beirando zero grau) e dentro do complexo também estava gelado (não há aquecedores como na maioria dos palácios reais). Se o dia estiver muito frio entre bem agasalhado no complexo.

Carro alugado: nós fomos de Madrid até El Escorial com carro alugado, já que queríamos também visitar o Valle de Los Caídos e tínhamos encontrado poucas informações sobre como chegar no Valle com transporte público.

Vazio: nós saímos de manhã de Madrid e às 10:00 já estávamos entrando no Monasterio de El Escorial. Havia pouquíssimos turistas. Foi marcante percorrer o monstruoso, sombrio e gelado complexo praticamente sozinhos. Quando passamos pelos panteões só estávamos nós dois, uma experiência impactante.

Jardins: demoramos umas 2 horas no interior do complexo e na sequência visitamos os jardins, o bosque da Casita del Príncipe e fomos até a Rodoviária de San Lorenzo para obter informações sobre como ir até o Valle de Los Caídos de ônibus (para eu poder indicar aqui no blog) :-)

Roteiro do dia: após o Monasterio de El Escorial nós fomos até o Valle de Los Caídos e no final do dia ainda visitamos o Castillo de Los Mendoza em Manzanares El Real (distante 40 km de El Escorial). O roteiro do dia foi: Madrid > Monasterio de El Escorial > Valle de Los Caídos > Castillo de Los Mendoza > Madrid. Foi bem corrido e só foi possível porque estávamos com carro alugado. Se você fizer apenas o Monasterio de El Escorial + Valle de Los Caídos o roteiro fica mais tranquilo.

Mapa com a localização do Monasterio de El Escorial, do Valle de Los Caídos e do Castillo de Los Mendoza:

Monasterio de El Escorial - Espanha (1)
Monasterio de El Escorial
Monasterio de El Escorial - Espanha (1)
Monasterio de El Escorial
Castillo de Los Mendonza - Manzanares El Real
Castillo de Los Mendoza em Manzanares El Real: distante 40 km de El Escorial

Como chegar ao Monasterio de El Escorial

As opções são: ônibus, trem, carro e passeio com agência.

Como ir de Madrid até o Monasterio de El Escorial (ônibus):

Ônibus: é a melhor opção em se tratando de transporte público. Em Madrid os ônibus saem do Intercambiador de Moncloa (acesso pelas linhas 3 e 6 do Metrô). A frequência de ônibus é a cada uns 20 ou 30 minutos durante a semana e 30 minutos ou 1 hora nos finais de semana. A viagem dura uns 55 minutos. A passagem custa em torno de 5 euros cada trecho (você pode comprar na hora). A empresa que faz o trajeto é a Alsa e são duas linhas: a 661 (a melhor, com mais frequências) e a 664. Em San Lorenzo de El Escorial a rodoviária fica no centro da cidade, distante 500 metros da entrada para turistas no mosteiro.

Veja o mapa com a localização do Intercambiador de Moncloa em Madrid:

Veja o mapa com a localização da rodoviária em San Lorenzo de El Escorial e a entrada para turistas no Monasterio de El Escorial:

Como ir de Madrid até o Monasterio de El Escorial (trem):

Trem Cercanias Linha C-3: o trajeto entre Madrid e El Escorial é feito pelo trem Cercanias (mais lentos) e a linha é a C-3. El Escorial é a última estação. Em Madrid você pode pegar o trem nas estações Atocha, Sol, Nuevos Ministerios e Chamartín. A frequência é a cada +- 1 hora (varia dependendo do dia e do horário). O trajeto dura entre 1 hora e 10 minutos (saindo da Atocha) e 50 minutos (saindo da Chamartín). O preço da passagem é em torno de 5 euros cada trecho e você pode comprar na hora nas máquinas de auto-atendimento. Confira o mapa das linhas Cercanías em Madrid e nesse link você consegue consultar os Horários dos Trens Cercanías Madrid. A estação de trem fica na cidade de El Escorial e não na cidade de San Lorenzo de El Escorial (onde está o monastério), mas isso é apenas uma curiosidade porque na prática as duas cidades são conurbadas e parecem uma só. Da estação de trem até o monastério o trajeto é de 1,5 km na subida (+- 20 minutos de caminhada). Um táxi sai em torno de 10 euros. Há um ônibus urbano que faz o trajeto, mas a frequência é pequena.

Bosque: o que eu aconselho é fazer a caminhada cruzando o lindo bosque no entorno da Casita del Príncipe. Ao sair da estação de trem em El Escorial caminhe por dois quarteirões pela Calle de Santa Rosa até a esquina com a Avenida de Los Reyes Catolicos. Nessa esquina tem uma placa (foto abaixo). Você pode seguir a avenida até o monastério ou entrar pelo portão cruzando o bosque e passando ao lado da Casita del Príncipe. A distância é similar nos dois trajetos.

Bosque Casita del Príncipe - El Escorial (1)
Placa indicando a Casita del Príncipe
Bosque Casita del Príncipe - El Escorial (3)
Bosque gostoso para caminhar

Veja no mapa abaixo o trajeto da estação de trem até o monastério passando pela Casita del Príncipe e pelo bosque:

Ônibus + trem: uma alternativa é ir de ônibus e voltar de trem. Nesse caso a caminhada até a estação de trem será na descida.

Como ir de Madrid até o Monasterio de El Escorial (carro):

Carro: o trajeto de carro entre Madrid e o Monasterio de El Escorial é de 53 km e dura um pouco menos de 1 hora. Não há pedágios. Eu fiz esse trajeto de carro alugado.

Veja a rota de carro entre Madrid e o mosteiro:

Dicas para alugar carro: se você pretende alugar carro na região de Madrid recomendo o artigo Dicas Alugar Carro. Outra dica é comprar um chip de celular com internet e usar o Waze ou o Google Maps do celular no lugar do GPS: Chip Celular Internet.

Como ir de Madrid até o Monasterio de El Escorial (passeio com agências):

Passeios com agências: uma maneira cômoda de visitar o monastério são os passeios com agências (eu li alguns relatos dizendo que o tempo para visitar os jardins é curto). Confira na Viator essas excursões saindo de Madrid:

Onde Ficar em San Lorenzo de El Escorial

Existem algumas opções de hospedagem em San Lorenzo de Escorial para o caso de você montar um roteiro pernoitando na cidade. Alguns hotéis e pousadas ficam no centrinho, bem próximos do monasterio e da rodoviária.

O Hotel de Martin está localizado na praça central. A Posada Don Jaime parece ser uma opção econômica. O Hotel Los Lanceros fica ao lado da Rodoviária. Há também uma Hospedaria no Valle de Los Caídos.

Mais opções: Hotéis em San Lorenzo de El Escorial.

Horários para visitar o Monasterio de El Escorial

Importante: os horários e preços foram consultados em Abril de 2017. Confirme as informações atuais no site oficial do Monasterio de El Escorial.

Horários de abertura do Monasterio de El Escorial, do Jardín de Los Frailes, da Casita del Príncipe (e seus jardins) e dos jardins da Casita del Infante:

  • Horário de inverno (outubro a março): terça a domingo das 10:00 às 18:00.
  • Horário de verão (abril a setembro): terça a domingo das 10:00 às 20:00.
  • Horário de acesso: o acesso é permitido até 1 hora antes do fechamento.
  • Abertura/fechamento excepcionais: em alguns dias o mosteiro pode estar fechado para eventos ou atos oficiais.
  • Confirme os horários do mosteiro e veja os dias de fechamento excepcionais: Monasterio de El Escorial.

Casita del Infante:

  • Horário de inverno (outubro a março): sextas-feiras das 11:15 às 18:00.
  • Horário de verão (abril a setembro): sextas-feiras das 12:15 às 20:00.

Preços e tickets Monasterio de El Escorial

  • Ticket normal: 10 euros.
  • Ticket reduzido (meia-entrada): 5 euros (incluindo brasileiros menores de 16 anos e maiores de 65 anos; veja as condições).
  • Ticket visita guiada: 14 euros.
  • Audioguia: 3 euros (tem em português).
  • Casita del Príncipe: 5 euros.
  • Casita del Infante: 3 euros.
  • Jardin de Los Frailes: gratuito.
  • Entrada gratuita no Monasterio de El Escorial: quartas e quintas das 15:00 às 18:00 (outubro a março) e 17:00 às 20:00 (abril a setembro) para cidadãos da União Européia e de países ibero-americanos (inclui brasileiros). É necessário apresentar o passaporte.
  • Confirme os preços, os horários, as datas de fechamento, mais detalhes sobre os tickets e compre tickets antecipados: Tickets Monasterio de El Escorial. 
  • Site oficial: confirme todas as informações no site oficial do Monasterio de El Escorial.

Acesso portadores de necessidades especiais: o Monasterio de El Escorial possui acesso e oferece cadeiras de rodas manuais.

Dúvidas sobre o Monasterio de El Escorial

Se você ainda tem dúvidas sobre o Monasterio de El Escorial deixe um comentário abaixo :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *