Real Basílica de San Francisco El Grande (Madrid)

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Linda cúpula da Real Basílica de San Francisco El Grande: uma das maiores do mundo

Linda: na minha opinião a Real Basílica de San Francisco El Grande é a igreja mais bonita de Madrid.

Desapercebida: apesar de estar distante apenas 600 metros da Catedral de la Almudena e a 1 km da Plaza Mayor a Real Basílica de San Francisco El Grande passa desapercebida da maioria dos turistas.

Injustiçada: pouco visitada, ela geralmente é deixada de lado nos roteiros turísticos. O mapinha turístico que eu ganhei em Madrid nem constava ela, uma grande injustiça. Mas na minha opinião ela é imperdível para quem é fã desse tipo de atração.

Cúpula: uma das principais atrações da igreja é a sua cúpula, não só pelos lindos afrescos, mas também pelo seu tamanho (ela é a quarta maior cúpula do mundo cristão).

Artistas: a Real Basílica de San Francisco El Grande reúne um excelente acervo de obras de arte com destaque para uma tela de Goya e outra de Zurbarán.

Real Basílica de San Francisco El Grande x Catedral de la Almudena: eu gostei mais de San Francisco El Grande.

Veja neste artigo todas as dicas para você visitar a Real Basílica de San Francisco El Grande em Madrid:

  • Como Chegar
  • Visitas (a visita é guiada)
  • História
  • Real Basílica de San Francisco El Grande (detalhes do templo)
Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Capilla Mayor: afrescos retratando São Francisco de Assis

Como chegar

Caminhada: localizada no Casco Histórico de Madrid a Real Basílica de San Francisco El Grande pode ser combinada com outras atrações. Ela fica a 600 metros da Catedral de la Almudena, a 700 metros do Palácio Real de Madrid, a 1 km da Plaza Mayor e  a 1,3 km da Puerta del Sol.

Metrô: as estações de Metrô La Latina e Puerta de Toledo, ambas da Linha 5, ficam a +- 500 metros da basílica.

Endereço: Calle San Buenaventura, 1.

Veja o mapa com a caminhada entre a Catedral de la Almudena e a Real Basílica de San Francisco El Grande:

Visitas

Preço: 3 euros.

Horários: A Real Basílica de San Francisco El Grande está aberta de terça a sexta (exceto feriados) das 10:30 às 12:30 e das 16:00 às 18:00 (17:00 às 19:00 em julho e agosto). Aos sábados (exceto feriados) os horários são os mesmos, mas se eventualmente houver algum ato religioso as visitas são suspensas.

Visita (guiada): a visita ao interior da Real Basílica de San Francisco El Grande é guiada (em espanhol). Quando eu fui não haviam horários fixos para o início das visitas. É necessário aguardar o término da visita anterior para o início da próxima. Eu recomendo que você chegue uns minutinhos antes do primeiro horário (da manhã ou da tarde) para que não seja necessário ficar esperando por muito tempo. A duração da nossa visita foi de um pouco mais de 1 hora, mas li relatos de que a duração pode variar. O nosso guia foi muito simpático e deu explicações muito detalhadas sobre a igreja e suas obras de arte.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Interior da basílica: planta circular e linda decoração

História

Convento: a Real Basílica de San Francisco El Grande faz parte de um convento franciscano cuja origem é do século XIII.

Ermita: no local do atual templo havia uma pequena ermita (de 1217) dedicada à Santa María. Diz a lenda que a ermita foi inaugurada pelo próprio San Francisco de Asís (São Francisco de Assis). Por isso a basílica leva o nome de San Francisco El Grande.

Real Basílica de San Francisco El Grande: o templo atual começou a ser construído em 1761 e foi inaugurado em 1784. Algumas modificações, principalmente na decoração, foram feitas posteriormente. A consagração do templo, em dedicação à Nuestra Señora de los Angeles, foi feita em 1962 pelo Papa João XXIII. Também em 1962 ela recebeu o título de Basílica Menor. Durante o século XX a basílica chegou a ficar fechada por décadas devido à reformas e restaurações. A reabertura para o público ocorreu em 2001.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Cúpula e Capilla Mayor

Real Basílica de San Francisco El Grande

Fachada: de estilo neo-clássico, ela não é tão chamativa, escondendo o tesouro interior.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Fachada neo-clássica da Real Basílica de San Francisco El Grande

Mistura: a decoração interior é eclética misturando vários estilos.

Templo: o templo possui uma planta circular com seis capelas laterais (três de cada lado). Entre elas destaca-se a Capilla de San Bernardino onde está a tela San Bernardino de Siena predicando ante Alfonso V de Aragón de Francisco de Goya.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
San Bernardino de Siena predicando ante Alfonso V de Aragón: tela de Francisco de Goya em uma das capelas laterais

Capilla Mayor: presidindo a basílica fica a linda Capilla Mayor, localizada no abside, com 5 afrescos que retratam San Francisco de Asís.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Capilla Mayor

Cúpula: é o maior destaque da basílica. A cúpula possui 58 metros de altura, 33 metros de diâmetro e é considerada a quarta maior entre os templos cristãos. Ela não impressiona apenas pelo tamanho, mas também pela beleza. Os lindos afrescos, obra de vários artistas, retratam Nuestra Senõra de los Angeles. Os vitrais são alemães. Na planta circular, aos pés da cúpula, ficam esculturas em mármore de carrara dos doze apóstolos.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Cúpula: lindos afrescos e lindos vitrais

Pinacoteca: a Sala Capitular e a Sacristia da Real Basílica de San Francisco El Grande formam uma pinacoteca com um bom acervo de quadros do barroco espanhol e italiano (séculos XVII a XIX). Talvez o maior destaque seja a tela San Buenaventura recibe la visita de Santo Tomás de Aquino de Francisco de Zurbarán. A pinacoteca ainda possui quadros de Francisco Ribalta, Luis de Tristán, Alonso Cano, entre outros artistas.

Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
Pinacoteca
Real Basílica de San Francisco El Grande - Madrid
San Buenaventura recibe la visita de Santo Tomás de Aquino: tela de Francisco de Zurbarán que fica na pinacoteca

Vale a pena visitar a Real Basílica de San Francisco El Grande? Na minha opinião sim. Apesar dela ser deixada de lado por muitos turistas e até por alguns mapinhas turísticos, eu considero a basílica como a principal igreja católica a ser visitada em Madrid.

Dúvidas

Se você tem dúvidas sobre a Real Basílica de San Francisco El Grande deixe um comentário abaixo :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *