Toledo Espanha: Dicas, Como Chegar, Roteiro, Catedral, Alcázar

Toledo Espanha
Toledo e o seu enorme centro medieval margeado pelo Rio Tajo (visto do Mirador del Valle)

Toledo Espanha: Toledo é o passeio mais imperdível que você pode fazer a partir de Madrid (+- 30 minutos de trem-bala).

Capital de vários reinos: com origem pré-romana e mais de 2 milênios de história Toledo foi capital do Reino Visigodo, capital do Reino de Castilla e a primeira capital do Império Espanhol.

Catedral Primada de Toledo: a Catedral de Toledo, com origem visigoda no século VI, é imponente e lindíssima. Ela é a Catedral Primaz da Espanha, título de supremo poder e influência religiosa na Idade Média.

La Ciudad de las Tres Culturas: Toledo foi uma cidade tolerante em boa parte da sua história. Durante séculos cristãos, muçulmanos e judeus conviveram simultaneamente o que deixou profundas marcas na cultura, na história e na arquitetura da cidade, além de muitos pontos turísticos para serem visitados :-)

El Greco: ao visitar os pontos turísticos de Toledo você estará em constante contato com as obras de El Greco, um dos principais pintores renascentistas, que passou a maior parte da sua vida na cidade. Toledo também possui um museu centenário dedicado ao artista.

Enorme: o gigantesco Casco Historico Medieval de Toledo fica em uma colina rodeada pelo Rio Tajo (Rio Tejo em português, que deságua no mar em Lisboa). No ponto mais alto do Casco Historico fica o Alcázar de Toledo, 100 metros acima do rio. As ladeiras, becos e vielas medievais parecem não ter fim.

Perca-se com calma. Ao passear por Toledo você fatalmente praticará o meu esporte preferido na Europa: se perder nas vielas medievais. Não se estresse e curta o ambiente, parece que você voltou alguns séculos no tempo.

Não se arrependa: Toledo é invadida por turistas que fazem bate-volta desde Madrid (30 minutos no trem-bala). Grande parte dos turistas se arrepende por não ter tido tempo de explorar mais profundamente a cidade.

Não é para bate-volta: na minha opinião Toledo não é um destino para se conhecer em um roteiro de 1 dia. A cidade tem atrações para você ficar duas ou até três noites (foi o que eu fiz). Curtir a cidade sem pressa é fundamental e caminhar à noite pelo Casco Historico é sensacional. Se você gosta de cidades medievais e atrações históricas eu garanto que vale a pena se hospedar em Toledo.

Puente de San Martín Toledo Espanha
Puente de San Martín em Toledo: ponte medieval sobre o Rio Tajo

Confira neste artigo todas as dicas para você visitar Toledo

  • Toledo: localização, história e os principais detalhes da cidade.
  • Vídeo (imperdível): assista ao vídeo do nosso passeio por Toledo.
  • O que fazer em Toledo: roteiro pelos principais pontos turísticos como a Catedral Primada, o Mirador del Valle, o Alcázar e o Monasterio de San Juan de los Reyes.
  • Como chegar em Toledo: veja como ir de Madrid até Toledo de trem, ônibus e carro.
  • Onde ficar em Toledo: confira a melhor região para se hospedar em Toledo (no caso de você preferir dormir na cidade).
  • Onde comer em Toledo: dicas de restaurantes, o prato típico (Carcamusas Toledanas/carne de porco com batatas) e o doce típico (Mazapán).
  • Dúvidas: se após ler o artigo você tiver alguma dúvida deixe um comentário no final.
Casco Historico Toledo Espanha
O Casco Historico de Toledo é recheado de vielas medievais e templos religiosos (igrejas, sinagogas e mesquitas)

Dicas Onde Ficar: o melhor lugar para se hospedar em Toledo é nos arredores da Plaza Zocodover, a praça principal do Casco Historico. Nós ficamos lá, no Hotel Carlos V, um dos melhores e mais bem localizados de Toledo.

Passeios com agências: uma maneira cômoda (e superficial) de visitar Toledo são os passeios com agências. Veja na Viator essas excursões saindo de Madrid:

Casco Historico Toledo Espanha
Mais uma das infinitas vielas medievais de Toledo

Toledo Espanha

Localização: Toledo fica a pouco mais de 70 km de Madrid. Ela é a capital da Província de Toledo e da Comunidad de Castilla-La Mancha. Toledo está entre 500 e 600 metros de altitude e tem cerca de 83.000 habitantes.

Clima: o clima no inverno é um pouco menos frio que o de Ávila e o de Segóvia, e mais parecido com o de Madrid. Já no verão os dias são bem quentes.

Veja o mapa com a localização de Toledo e de Madrid:

História de Toledo: a cidade era um importante centro dos Carpetanos, povo de origem celta que ocupava a Península Ibérica vários séculos antes de Cristo.

Toletum: em 193 a.C. Toledo foi conquistada pelos romanos que deixaram muitas marcas na cidade. Havia um aqueduto cruzando o Rio Tajo e um Circo Romano com capacidade estimada entre 15 e 30 mil pessoas, ambos atualmente em ruínas e sem grandes apelos turísticos. No subsolo de boa parte do Casco Historico há ruínas romanas.

Capital: no século V a região foi invadida pelos visigodos e em 507 Toledo se tornou a capital do Reino Visigodo de Toledo que abrangia a maior parte da Península Ibérica e grande parte da França. Durante o domínio muçulmano (a partir do século VIII) e após a Reconquista Cristã (por Alfonso VI de Castilla em 1085) a cidade continuou sendo uma das mais importantes da península.

Reyes Catolicos: no final do século XV Isabel de Castilla e Fernando de Aragón (os Reyes Catolicos) casaram-se. O matrimônio, que uniu dois dos principais reinos da península (Castilla e Aragón), foi a base para a criação da Espanha. Os Reyes Catolicos fixaram a corte em Toledo.

A capital no inicio da Espanha moderna: em 22 de maio de 1502, na Catedral Primada de Toledo, Juana la Loca (filha dos Reyes Catolicos) foi proclamada herdeira das coroas de Castilla e Aragón. O Império Espanhol, o segundo estado moderno a ser criado no mundo (depois de Portugal), estava se consolidando. A primeira capital do Império Espanhol, o estado mais rico e poderoso da sua época, foi Toledo.

Decadência: em 1561, o Rei Felipe II (neto de Juana la Loca) transfere a capital do Império de Toledo para Madrid. Nas décadas e séculos seguintes Toledo passou por um lento e constante processo de decadência.

Patrimônio da Humanidade: Toledo foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1986.

Espadas e facas: desde os tempos romanos Toledo desenvolveu uma grande indústria metalúrgica, voltada para a produção de espadas, facas e moedas. Durante a Idade Média a indústria de armas toledana era uma das mais avançadas e importantes da Europa. Ainda hoje a cidade é um centro de produção de espadas e facas. Você verá inúmeros desses itens nas lojas de souvenires do Casco Historico.

Souvenires Toledo
Loja típica de souvenires medievais em Toledo

Vídeo de Toledo

Inspiração: assista ao nosso vídeo e inspire-se com Toledo. É imperdível :-)

Gostou do vídeo? Compartilhe com os seus companheiros de viagem e amigos. Inspire eles também :-)

Youtube: inscreva-se no canal do Dicas Onde Ficar e acompanhe os vídeos das nossas viagens.

O que Fazer em Toledo (Espanha)

  • Importante: confirme os preços e os horários atuais das atrações que descrevo no post (as informações foram consultadas em Maio e Junho de 2017).
  • Domingos e feriados: nos finais de semana, principalmente aos domingos e feriados, Toledo é invadida por turistas. Se puder evite esses dias.

Casco Historico: os pontos turísticos de Toledo estão concentrados no Casco Historico e no seu entorno. Com uma boa disposição é possível conhecer todos a pé. A única grande atração mais distante é o Mirador del Valle, da onde você terá a melhor vista da cidade. A caminhada até lá será cansativa e tomará um bom tempo do seu roteiro. Mais abaixo eu explico maneiras mais cômodas e rápidas de se chegar ao Mirador del Valle.

A principal atração: embora a Catedral Primada de Toledo seja majestosa e imperdível, na minha opinião o principal ponto turístico de Toledo é o próprio Casco Historico. Eu também percorri os centros históricos de Segóvia e de Ávila, mas o de Toledo é maior, mais medieval e labiríntico.

Sugestão de Roteiro em Toledo: eu dividi o roteiro em 3 rotas que contemplam todos os principais pontos turísticos de Toledo.

A minha sugestão de 3 rotas:

  • Rota 1: Mirador del Valle, Puente de Alcántara, Museo de Santa Cruz, Plaza de Zocodover e Alcázar.
  • Rota 2: Calle del Comercio, Catedral Primada, Judería, Monasterio de San Juan de los Reyes e Puente de San Martín.
  • Rota 3: Mezquita del Cristo de la Luz, Puerta de Bisagra, Hospital de Tavera e Convento de Santo Domingo El Antiguo
  • Estação de trens: localizada fora do Casco Historico a estação de trens é lindíssima. Ela é um dos principais pontos turísticos de Toledo.
Estação de Trens Toledo Espanha
Belíssimo prédio da Estação de Trens de Toledo

Roteiro de 1 dia em Toledo: como eu já disse 1 dia é pouco para Toledo. Mas se você não tem alternativa ou se essa é a sua preferência concentre-se na Rota 2 que é a principal do Casco Historico. Considere também ir até o Mirador del Valle para ter a melhor vista da cidade.

Roteiro de 2 ou 3 dias em Toledo: é o ideal para curtir a cidade com tranquilidade e profundidade. A duração do roteiro vai depender do seu ritmo e das suas preferências. Caso você queira entrar em todas as atrações que eu relato abaixo acredito que serão necessários uns 3 dias inteiros. Mas em uns 2 dias inteiros você provavelmente estará satisfeito e terá percorrido as atrações que mais combinam com o seu perfil.

Pulsera Turistica de Toledo: é uma pulseira que permite a entrada em 7 atrações da cidade (não contempla a Catedral e o Alcázar, entre outras atrações). A pulseira custa 9 euros, pode ser comprada em qualquer uma das 7 atrações e enquanto ela estiver no seu pulso você poderá entrar quantas vezes quiser (inclusive nos dias seguintes). Cada atração separada custaria 2,80 euros. Se você entrar em pelo menos 4 das 7 atrações já valeu a pena. Atrações da Pulsera Turistica de Toledo: Monasterio de San Juan de los Reyes, Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas), Real Colegio de Doncellas Nobles, Mezquita Cristo de la Luz, Iglesia de Santo Tomé, Iglesia del Salvador e Sinagoga Santa María la Blanca. Vale a pena? Na minha opinião sim, são atrações boas, mas vai depender se você terá tempo para visitá-las. Mais detalhes: Pulsera Turistica de Toledo.

Toledo Train Vision: é um trenzinho turístico que parte da Plaza Zocodover (a praça principal do Casco Historico) e faz um trajeto de 40 minutos fazendo uma parada de 5 a 10 minutos no Mirador del Valle. Grande parte do trajeto é por fora do Casco Historico da onde você terá belas vistas. Pelos auriculares é possível ouvir informações turísticas em português. Saídas a cada 30 minutos diariamente das 10:00 às 20:30 (21:00 nos finais de semana e 22:00 aos sábados). Preços: 5,50 euros (adultos) 2,60 euros (crianças até 7 anos).

Toledo Train Vision
Toledo Train Vision: trenzinho turístico que parte da Zocodover

Bus Turistico de Toledo (City Sightseeing Toledo): o ônibus turístico de Toledo tem a sua parada principal na Plaza Zocodover. O recorrido é por fora do Casco Historico com paradas no Mirador del Valle, na Puente de San Martín e na Estação de Trens, entre outras. Há audioguias em português. O recorrido dura 50 minutos e a frequência é a cada 30 minutos. São vários os tipos de passes: Suba e Desça o Dia Todo (9 euros; permite subir e descer em todas as paradas durante 1 dia), Tarifa 1 Viagem (5 euros; permite uma volta completa sem descer; o início pode ser em qualquer das paradas) e Tarifa Lanzadera (2,50 euros; trajeto entre a Estação de Trens e a Plaza Zocodover e vice-versa). Crianças 4 a 12 anos tem 50% de desconto e menores de 4 anos podem ir de graça no colo. Eu não encontrei informações precisas sobre os horários de funcionamento, mas acredito que seja diariamente de manhã até a noite.

Bus Turistico Toledo
Ônibus turístico de Toledo chegando ao Mirador del Valle

A melhor opção para conhecer Toledo: o trenzinho e o ônibus turístico são uma excelente opção para quem está com crianças, idosos, para quem tem dificuldades de locomoção ou para ir até o Mirador del Valle. Mas Toledo é uma cidade para ser conhecida a pé (inclusive o trenzinho e o ônibus não passam pelo meião do Casco Historico onde está a maioria dos pontos turísticos).

Toledo Espanha
O ideal em Toledo é percorrer a cidade a pé

Tours guiados a pé: em Toledo são várias as agências que oferecem tours guiados a pé pelas atrações. São várias as rotas que geralmente duram umas 2 ou 3 horas. Alguns tours são gratuitos (o guia pede uma gorjeta) enquanto outros são pagos. O Hotel Carlos V, onde eu fiquei hospedado, ofereceu gratuitamente o tour noturno Toledo Bajo Las Estrellas com a De Paseo Experience. Mas as principais empresas que oferecem esse tipo de tour são a Cuéntame Toledo e a Rutas de Toledo.

Abaixo segue a minha sugestão de roteiro passando pelos principais pontos turísticos de Toledo.

Rota 1: Mirador del Valle, Puente de Alcántara, Museo de Santa Cruz, Plaza de Zocodover e Alcázar


São várias as maneiras de se fazer a Rota 1, vai depender de onde você vai começar (Plaza Zocodover, Estação de Trens, Rodoviária), do seu tempo disponível em Toledo e da sua disposição para caminhar.

O que nós fizemos e acho que valeu a pena: como estávamos hospedados em Toledo o nosso hotel era pertinho da Plaza Zocodover. Pegamos um táxi (o ponto fica ao lado do Alcázar) até o Mirador del Valle (onde o taxista ficou alguns minutos esperando). Depois pedimos para o taxista nos deixar na Puente de Alcántara onde continuamos a Rota 1 a pé subindo até o Casco Historico. A corrida saiu 10 euros (o que compensou muito visto que a caminhada até o Mirador del Valle é longa). Bate-volta: se você estiver num roteiro de 1 dia também poderá fazer isso pegando um táxi já na Estação de Trens (ou na Rodoviária) até o Mirador del Valle e terminando a corrida na Puente de Alcántara. Acredito que a corrida também custará uns 10 euros ou um pouco mais. Opção: uma opção menos cansativa e mais rápida é depois do Mirador del Valle seguir de táxi direto até a Plaza Zodocover, sem parar na Puente de Alcántara. A corrida sairá uns 2 euros mais cara, mas você não subirá a pé a ladeira da Puente de Alcántara até a Plaza Zocodover.

Mirador del Valle: é o principal mirante de Toledo e da onde você terá a melhor vista panorâmica da cidade. O mirador fica fora do Casco Historico, do outro lado do Rio Tajo. São várias as maneiras de você ir até o Mirador de Valle. A caminhada saindo da Plaza Zocodover, da Rodoviária ou da Estação de Trens tem a mesma distância: 2,3 km (cada sentido) com muitas ladeiras e lindas vistas do Casco Historico. Você também pode ir com as opções que eu mencionei acima: táxi, trenzinho turístico ou com o ônibus turístico de Toledo. Se você estiver de carro alugado pare no mirador quando estiver chegando ou saindo da cidade.

Mirador del Valle Toledo
Casco Historico de Toledo visto do Mirador del Valle
Mirador del Valle Toledo
Casco Historico margeado pelo Tajo (a construção em destaque é o Alcázar)
Mirador del Valle Toledo
São várias as trilhas margeando o Rio Tajo (informe-se nas oficinas de turismo)
Mirador del Valle Toledo Espanha
Mirador del Valle

Da Estação de Trens até a Puente de Alcántara: muitos turistas fazem o trajeto a pé da Estação de Trens até a Puente de Alcántara. A distância é de 600 metros e a caminhada é na descida. Se você vier de ônibus a caminhada da Rodoviária até a Puente também é de 600 metros. Outra opção, desde a Rodoviária, é subir direto até a Plaza Zocodover com a ajuda das escadas rolantes.

Veja o mapa com a localização da Puente de Alcántara, do Mirador del Valle, da Plaza Zocodover, da Estação de Trens Renfe e da Rodoviária:

Puente de Alcántara: é uma das duas pontes históricas sobre o Rio Tajo (a outra é a de San Martín, no lado oposto do Casco Historico). A Puente de Alcántara tem origem romana, mas foi reconstruída e modificada ao longo da história. Ela tem características defensivas, com 2 portas (uma em cada extremidade), sendo uma medieval e a outra barroca.

Puente de Alcantara Toledo
Puente de Alcántara: uma das duas pontes históricas sobre o Tajo em Toledo
Puente de Alcantara Toledo
Rio Tajo visto da Puente de Alcántara. No alto o Alcázar

Subindo até o Casco Historico: após cruzar a pé a Puente de Alcántara sobre o Rio Tajo entre no Casco Historico pela Puerta de Alcántara (em frente à ponte), suba a escadaria, caminhe na subida pela Bajada Alcántara e vire na Calle Miguel de Cervantes, onde fica o Museo de Santa Cruz.

Puerta de Alcántara Toledo
Puerta de Alcántara (em frente à ponte): uma das entradas do Casco Historico
Bajada de Alcantara Toledo
Bajada de Alcantara: subindo o Casco Historico

Museo de Santa Cruz: localizado bem próximo da Plaza Zocodover o Museo de Santa Cruz fica no antigo Hospital de Santa Cruz (do final do século XV e início do XVI). O bonito prédio tem estilo renascentista, mas a visita vale mais pelo acervo que projeta o museu como o mais importante de Toledo. O acervo é dividido em várias alas e reúne importantes pinturas (muitas de El Greco), arqueologia, móveis, esculturas e uma das principais coleções de cerâmica da Espanha. Eu gostei bastante do museu e recomendo para quem gosta desse tipo de atração. Duração: se você estiver em um roteiro de 1 dia avalie se vale a pena, pois a visita vai demorar pelo menos 1 hora (dependendo do seu ritmo e interesse pode demorar mais). Preço: 5 euros (frequentemente há exposições temporárias e nesse caso o ticket é mais caro). Gratuito aos domingos 1 hora antes de fechar. Horários: segunda a sábado das 09:30 às 18:30. Domingo das 10:00 às 14:00. Confirme as informações, preços, horários e confira os dias em que o museu não abre: Museo de Santa Cruz Toledo.

Museo de Santa Cruz Toledo
Fachada do Museo de Santa Cruz
Museo de Santa Cruz Toledo
Museu
Museo de Santa Cruz Toledo
A parte mais bonita do prédio do antigo hospital é o claustro
Museo de Santa Cruz Toledo
Acervo de arqueologia no claustro inferior
Museo de Santa Cruz Toledo
Escadaria do claustro
Museo de Santa Cruz Toledo
Claustro superior
Museo de Santa Cruz Toledo
O acervo de cerâmica é um dos principais da Espanha

Estátua de Cervantes e Arco de La Sangre: após o Museo de Santa Cruz passe pela estátua em homenagem à Miguel de Cervantes (autor de Dom Quixote) e entre na Plaza Zocodover pelo Arco de La Sangre, porta do século X de origem árabe.

Arco de La Sangre - Monumento a Cervantes - Toledo
Monumento a Cervantes e Arco de La Sangre: acesso à Plaza de Zocodover

Plaza de Zocodover: ela não é a mais bela das praças, mas é a praça principal do Casco Historico, como se fosse a Plaza Mayor de Toledo. Ela está localizada na parte mais alta da cidade medieval, ao lado do Alcázar. Na Idade Média a praça era um importante mercado e o principal local de acontecimentos da cidade, como a execução de réus e os Autos de Fé da Inquisição Católica. A praça é bastante movimentada e repleta de restaurantes (caros e ruins) e fast-foods. A Zocodover é ponto de partida do trenzinho, do ônibus turístico, de algumas linhas de ônibus urbanos e pertinho dela, ao lado do Alcázar, fica um ponto de táxi.

Plaza de Zocodover Toledo
Plaza de Zocodover: praça principal de Toledo
Plaza de Zocodover Toledo
Iluminação noturna na praça
Plaza de Zocodover Toledo
Enfeites de Natal: nós visitamos Toledo poucos dias antes do Natal

Oficina de Turismo: na Plaza Zocodover fica a principal oficina de turismo de Toledo, chamada de Casa del Mapa. Também há oficinas na Estação de Trens, na Plaza del Ayuntamiento (pertinho da Catedral) e na Puerta de Bisagra. Eu recomendo que você passe em uma oficina para pegar uma mapa da cidade e um folheto com os horários e preços atualizados dos pontos turísticos de Toledo.

Alcázar de Toledo: o Alcázar, palavra de origem árabe que significa fortaleza ou palácio fortificado, fica no ponto mais alto de Toledo. É a construção que mais se destaca na cidade. Museu do Exército e Biblioteca: dentro do Alcázar funcionam o Museu do Exército e uma Biblioteca (eu explico sobre eles mais abaixo). História do Alcázar de Toledo: a origem do palácio-fortaleza é romana (século III). Durante os séculos seguintes o palácio foi amplamente usado e ampliado pelos visigodos, árabes e católicos, tendo papel de destaque na família real no XVI. Exército: em 1868 foi instalada no Alcázar a Academia de Infantaría de Toledo do Exército Espanhol. Incêndios e avarias: ao longo dos séculos o prédio sofreu diversos incêndios e outras avarias. Cerco de 70 dias: talvez a principal avaria foi em 1936 durante a Guerra Civil Espanhola quando o Alcázar serviu de ponto de resistência dos Nacionalistas (mais de 1.600 pessoas entre militares e civis) durante o cerco de 70 dias feito pelos Republicanos. Nesses 70 dias foi cortado o suprimento de água e comida e os bombardeios foram constantes levando a uma grande destruição do Alcázar. A resistência não foi quebrada e aguentou até a chegada de reforços. Os Nacionalistas venceram a Guerra Civil e o Alcázar se tornou um símbolo de heroísmo durante a Ditadura de Franco. Sala del Coronel Moscardó: durante a visita no Museu do Exército é possível conhecer a Sala de Despacho do Coronel Moscardó (que comandou a resistência dos Nacionalistas durante o cerco de 70 dias e não se entregou nem com o assassinato do seu filho que era refém dos Republicanos do lado de fora do Alcázar). A sala do coronel não foi restaurada e conserva até hoje as marcas de tiros nas paredes.

Alcázar de Toledo
Alcázar de Toledo iluminado à noite
Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas) Toledo
Vista da torre da Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas): a Catedral (em primeiro plano) e o Alcázar (ao fundo)

Museo del Ejército (dentro do Alcázar de Toledo): desde 2010 o Alcázar abriga esse museu que é um dos maiores, mais bacanas e mais completos que eu já vi relacionados ao tema. Planejamento: será essencial você planejar se vai ou não visitar esse museu. Ele é gigantesco (4 andares) e o acervo é enorme (mais de 35.000 itens). Duração: a visita vai durar pelo menos umas 2 horas, mas dá para passar o dia lá dentro. Recorridos: são dois roteiros dentro do museu, o Histórico e o Temático, onde você passará por locais de destaque como a Capilla Imperial, o Patio de Carlos V, mirantes e a Sala de Despacho del Coronel Moscardó, além de contemplar o acervo composto de armas, munições, uniformes, veículos, maquetes, fotografias, pinturas, etc. Também pode haver exposições temporárias. Horários: de quinta à terça das 10:00 às 17:00 (as bilheterias fecham 30 minutos antes). Preço: 5 euros (aos domingos é gratuito). Confirme as informações, horários, preços e confira os dias do ano em que o museu não abre: Museo del Ejército.

Alcazar de Toledo Espanha
Entrada do Museu do Exército no Alcázar
Alcazar de Toledo Espanha
Acervo retratando os exércitos antigos
Alcazar de Toledo Espanha
Armas medievais
Alcazar de Toledo Espanha
Armaduras medievais
Alcazar de Toledo Espanha
Maquete
Alcazar de Toledo Espanha
Moto do exército espanhol
Alcazar de Toledo Espanha
Helicóptero
Alcazar de Toledo Espanha
Vista de um dos mirantes do Alcázar: do outro lado do Tajo fica a Academia de Infantaria (o prédio maior). No lado esquerdo da foto fica o Castillo de San Servando (atualmente um albergue juvenil)
Alcazar de Toledo Espanha
Sala do Coronel Moscadó: ela não foi restaurada após a Guerra Civil e possui marcas de tiros na parede
Esse painel mostra a altura de vários líderes espanhóis: todos baixinhos, mas surpreendente é o Ditador Franco com 1 metro e 45 centímetros.

Biblioteca de Castilla La Mancha: desde 1998 a Biblioteca funciona no Alcázar. A entrada é independente do Museu do Exército e livre para os turistas. A biblioteca em si não possui apelo turístico, mas alguns turistas sobem o elevador até o último andar onde fica uma pequena cafeteria. Lá do alto se tem uma boa vista do Casco Historico. Eu subi até a cafeteria, mas achei que não valeu tanto a pena, já que de outros locais de Toledo a vista é mais bacana, como do Mirador del Valle e da torre da Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas).

Biblioteca Alcazar de Toledo
Entrada da Biblioteca no Alcázar
Biblioteca Alcazar de Toledo
Cafeteria no último andar
Biblioteca Alcazar de Toledo
Vista da janela na cafeteria

Rota 2: Calle Comercio, Catedral Primada, Judería, Monasterio de San Juan de los Reyes e Puente de San Martín

Da Plaza de Zocodover até o Monasterio de San Clemente na Plaza Padilla:

Do Monasterio de San Clemente até a Puente de San Martín:

O início da Rota 2 é na Plaza de Zocodover. Nessa rota você irá cruzar o Casco Historico de Toledo, descendo até a parte mais baixa da cidade medieval onde fica a Puente de San Martín (no lado oposto ao da Plaza Zocodover). Na minha sugestão de roteiro as atrações estão na sequência (não há grandes caminhadas entre elas, embora o percurso total seja grande).

Principal: essa é a rota que eu considero como a principal para um roteiro de 1 dia em Toledo. Considere também ir até o Mirador del Valle e no Alcázar.

A Rota 2 é grande: se você pretende entrar em todas as atrações talvez não seja possível completar a Rota 2 em apenas 1 dia. Eu descrevo todas as atrações para que você possa se orientar e definir quais mais combinam com o seu perfil.

Rota 2 + Rota 3: o final da Rota 2 e o final da Rota 3 são na mesma região do Casco Historico (no entorno da Judería). A Rota 3 é bem mais rápida (dá para fazer em meio período) Se você vai ficar vários dias em Toledo e pretende se aprofundar nas atrações dá para fazer o seguinte: percorrer a Rota 2 em um dia e as atrações que faltarem (da Rota 2) fazer no dia seguinte após a Rota 3.

Calle Comercio (Rua Comércio): a partir da Plaza de Zocodover siga pela Calle Comercio. Essa rua liga as duas principais praças do Casco Historico, a Zodocover e a Plaza del Ayuntamiento (onde fica a Catedral e a Prefeitura). A Calle Comercio é a principal e mais movimentada rua do Casco Historico. Ela é repleta de lojas de todos os tipos, incluindo lojas de facas, espadas e outros itens medievais. Você também verá muitos itens no estilo damasquinado, uma técnica de origem árabe que consiste em incrustar fios de ouro ou de prata em elementos como pratos, porcelanas, joias etc. Na bifurcação no final da Calle Comercio siga pela direita e depois passe por baixo do Pasadizo que liga a Catedral com o Palacio Arzobispal para chegar na Plaza del Ayuntamiento.

Calle Comercio Toledo
Calle Comercio: a principal rua do Casco Historico de Toledo
Calle Comercio Toledo
Calle Comercio iluminada para o Natal
Calle Comercio Toledo
Damasquinado: técnica de artesanato típica em Toledo
Souvenires Toledo
Loja de souvenires na Calle Comercio
Pasadizo Catedral Toledo
Ao passar por baixo do Pasadizo você chegará à Plaza del Ayuntamiento onde fica a Catedral

Plaza del Ayuntamiento: a praça, bem no centro do Casco Historico, é a mais monumental da cidade. Nela estão a Catedral Primada de Toledo e o Ayuntamiento (Prefeitura). Há um pequeno espelho d’água da onde é possível tirar belas fotos da Catedral, principalmente à noite.

Plaza del Ayuntamiento Toledo
Plaza del Ayuntamiento vista da Torre da Catedral: esse é o prédio da Prefeitura (Ayuntamiento)
Plaza del Ayuntamiento Toledo
Carrossel na Plaza del Ayuntamiento
Ayuntamiento Toledo Espanha
Prédio da Prefeitura iluminado
Catedral de Toledo
Lâmina d’água na Plaza del Ayuntamiento: reflexo da Catedral
Catedral de Toledo
A imponente Catedral Primada de Toledo: fachada voltada para a Plaza del Ayuntamiento

Catedral Primada de Toledo: a Catedral de Santa María de Toledo, ou ainda Santa Iglesia Catedral Primada de España, é a principal atração da cidade. Além da grande reputação religiosa e eclesiástica, ela é um templo magnífico recheado com incríveis obras de arte. História: sua origem é do século VI quando ela chegou a ser a principal Catedral do Reino Visigodo na Espanha. A Catedral de Toledo foi o palco de vários Concílios na Idade Média (encontros que reuniam os principais líderes católicos para discutir e ditar os rumos da Igreja Católica). Mesquita: após a dominação muçulmana no século VIII a Catedral de Toledo foi transformada na Mesquita Maior da cidade. Ainda hoje a Catedral conserva alguns poucos elementos da Mesquita. Catedral atual: o atual templo começou a ser construído em 1226, após a Reconquista Cristã no século XI. As obras principais duraram até 1493, na época dos Reyes Catolicos, mas nos séculos seguintes a Catedral passou por intervenções e ganhou novos elementos arquitetônicos. Estilo: a Catedral de Toledo é considerada a obra-prima do estilo gótico na Espanha. O templo é imenso com 120 metros de comprimento, 60 metros de largura, 5 naves, 88 colunas, 72 abóbodas, dezenas de capelas, Cruzeiro, Girola, Claustro, Sala Capitular, Sacristia, etc. Destaques: entre os destaques internos estão a Capilla Mayor (o espetacular retábulo foi feito por vários artistas), o El Transparente (localizado atrás da Capilla Mayor, possui um retábulo de mármore que é iluminado naturalmente por uma abertura na Girola; é considerado uma das principais obras barrocas da Espanha), a Sala Capitular (lindíssima, com uma mistura dos estilos gótico e mudéjar), a Sacristia (onde ficam as pinacotecas com telas e afrescos; o acervo tem 19 obras de El Greco, além de obras de Goya, Velázquez, Caravaggio, Tiziano, entre outros renomados artistas), a Custodia ou Tesoro (belíssima peça de prata revestida com ouro), etc. Duração: a visita pela Catedral leva no mínimo 1 hora, mas dependendo das suas preferências pode demorar várias horas. Horários: segunda a sábado das 10:00 às 18:30 (acesso até às 18:00) e domingos das 14:00 às 18:30 (acesso até às 18:00). Preços: 10 euros (inclui a Catedral e suas dependências internas como Sacristia, Sala Capitular, Capelas, Claustro, etc.) ou 12,50 euros (inclui a Catedral e suas dependências internas mais uma visita guiada até a torre; leia mais abaixo sobre a torre). Confirme as informações, horários, preços e verifique os dias em que a Catedral de Toledo não abre ou abre parcialmente: Horários Catedral de ToledoPreços Catedral de Toledo.

Fotos da Catedral Primada de Toledo: o templo é tão grandioso que eu tive dificuldades em tirar boas fotos lá dentro (as minhas fotos são amadoras).

Catedral de Toledo Espanha
Capilla Mayor
Catedral de Toledo Espanha
Retábulo da Capilla Mayor
Catedral de Toledo Espanha
Coro
Catedral de Toledo Espanha
Trascoro
Catedral de Toledo Espanha
Trascoro
Catedral de Toledo Espanha
Pinacoteca na Sacristia
Catedral de Toledo Espanha
Pinacoteca
Catedral de Toledo Espanha
Lindíssima Sala Capitular
Catedral de Toledo Espanha
Tesoro (Custodia de la Catedral)
Catedral de Toledo Espanha
Claustro

Rito Mozárabe: os mozárabes (moçárabes em português) eram os cristãos hispanos-visigodos que viviam com certa liberdade durante o domínio muçulmano (entre os séculos VIII e XI). Eles desenvolveram uma cultura e uma língua com muita influência árabe, mas praticavam o catolicismo. Ainda hoje na Catedral de Toledo são celebradas missas tanto no Rito Romano (o mais tradicional) como no Rito Mozárabe. As missas mozárabes são realizadas diariamente na Capilla Mozárabe (dentro da Catedral). Veja os horários.

Torre da Catedral de Toledo: a subida na torre da Catedral é guiada, em grupos com cerca de 20 pessoas. A torre tem 92 metros de altura e foi finalizada em 1442. São 248 degraus em estreitas escadas de caracol passando por ambientes claustrofóbicos. No alto da torre ficam vários sinos, sendo que o maior e mais famoso é o La Campana Gorda, datado de 1753 e com 14 toneladas. Ele é o maior sino da Espanha, mas não está em uso devido à uma antiga fissura. Durante a visita o guia explica a história da Campana Gorda. O sino é tão pesado que foi necessário contratar marinheiros para subi-lo na torre. Lá do alto se tem uma boa vista de Toledo, mas não é melhor que a vista do Mirador del Valle e a da Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas). Eu adoro esse esporte de subir em torres e gostei de subir na da Catedral de Toledo, mas gostei ainda mais da torre da Catedral de Segóvia. Horários. O tour dura +- 1 hora e quando eu fui os horários eram esses (eles podem variar): diariamente às 10:30, 11:15, 12:00, 13:45, 16:00 e 16:45 (o site da Catedral não informa os horários da visita na torre). Preço: 12,50 euros (inclui a entrada na Catedral e suas dependências internas).

Torre Catedral de Toledo Espanha
Torre da Catedral
Torre Catedral de Toledo Espanha
Escada em caracol
Torre Catedral de Toledo Espanha
Ambientes claustrofóbicos
Torre Catedral de Toledo Espanha
La Campana Gorda e a sua fissura: ele é o maior sino da Espanha

Da Catedral de Toledo até a Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas): continuando a minha sugestão de roteiro na Rota 2, ao sair da Catedral passe por baixo novamente do Pasadizo que liga a Catedral com o Palacio Arzobispal, entre na Calle Nuncio Viejo e vá até a pequena praça Amador de los Ríos. Numa pequena travessa dessa praça ficam as ruínas das Termas Romanas de Armador de los Ríos, datadas dos séculos I e II e descobertas em 1986. Não é uma super atração (e nem considero imperdível), mas o acesso é gratuito e a visita é rápida. Quando eu fui os horários eram de terça a sábado das 10:00 às 14:00 e das 16:00 às 20:00 e aos domingos das 10:00 às 14:00. Ainda na praça Amador de los Ríos fica uma das entradas da loja Koker, uma loja de roupas com o piso de vidro e repletas de ruínas romanas no subsolo. Após a praça Armador de los Ríos entre na Calle Alfonso X El Sabio, onde fica a outra entrada da loja Koker, e siga até a Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuistas).

Termas Romanas de Armador de los Ríos Toledo
Termas Romanas de Armador de los Ríos
Koker Toledo
Loja Koker: ruínas romanas no subsolo

Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas): de estilo barroco, ela é a segunda maior igreja do Casco Historico, atrás da Catedral. Ela foi construída no local da casa natal de San Ildefonso de Toledo, o padroeiro da cidade, pela Companhia de Jesus (Jesuítas). A construção teve início em 1629 e foi concluída em 1765 (dois anos antes da expulsão dos Jesuítas da Espanha, que só retomaram a igreja no século XX). A igreja em si é bela, com a cor branca dominando o interior. Mas a grande atração é a vista panorâmica a partir da passarela que liga as duas torres. A igreja foi construída num dos pontos mais altos da cidade e possui uma bela vista da Catedral e do Alcázar. A subida até as torres não é tão cansativa como na Catedral. Duração: a visita incluindo as torres vai levar uns 30 minutos ou um pouco mais. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turística: acesso gratuito. Essa á primeira atração do meu roteiro que a Pulsera Turística contempla. Você pode comprá-la em qualquer uma das 7 atrações por 9 euros. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de abril a setembro). Confirme as informações, preços, horários e os dias em que a igreja permanece fechada: Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas).

Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas) Toledo
Fachada da Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas)
Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas) Toledo
Dentro do templo
Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas) Toledo
Escadaria para subir nas torres
Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas) Toledo
Catedral e Alcázar visto da passarela entre as torres (uma das melhores vistas de Toledo)

Saindo da Iglesia de San Ildefonso entre na Calle San Román e siga até a Iglesia de San Román. Você passará pela pequena Iglesia de San Martín que não está aberta para visitas.

Iglesia de San Román (Museo de los Concilios y da la Cultura Visigoda): essa pequena e bela igreja foi construída no século XIII no local de uma antiga Basílica Visigoda e possivelmente no local de um antigo edifício romano. Foi um dos locais que eu mais me surpreendi em Toledo: a igreja tem arquitetura mudéjar, colunas visigodas e romanas e paredes com afrescos românicos com detalhes mudéjares. Ao longo das 3 naves há um pequeno acervo e painéis que formam o Museu dos Concílios e da Cultura Visigoda. Também é possível subir na torre, mas a vista não se compara com a da Iglesia de San Ildefonso (talvez valha a pena pela escadaria que é bem rústica e medieval, caso seja do seu interesse). Duração: a visita é relativamente rápida, em torno de 30 minutos ou até menos. Preço: 1 euro. Horários: terça a sábado das 10:00 às 14:30 e das 16:00 às 18:30 e aos domingos das 10:00 às 14:30. Confirme as informações, preços, horários e os dias em que a igreja não abre: Iglesia de San Román.

Iglesia de San Román Toledo
Iglesia de San Román: onde está o Museo de los Concílios y de la Cultura Visigoda
Iglesia de San Román Toledo
Iglesia de San Román
Iglesia de San Román Toledo
Paredes com afrescos medievais e acervo dos museus espalhados pela igreja
Iglesia de San Román Toledo
Altar

Imperial Monasterio de San Clemente e o Mazapán (doce típico de Toledo): o acesso ao Monasterio de San Clemente é pela Plaza de Padilla, bem pertinho da Iglesia de San Román. O mosteiro em si não está aberto para visitas, mas você pode comprar o Mazapán original de Toledo, feito pelas monjas desde 1212, na loja do convento. Mazapán: diz a tradição que o doce foi criado em 1212, durante a Batalha de las Navas de Tolosa, período em que a fome assolava a cidade de Toledo. Num determinado dia as monjas do mosteiro dispunham apenas de amêndoas e açúcar para alimentar os famintos. Somente com esses dois ingredientes e utilizando um maço (uma espécie de martelo de madeira; maza em espanhol) as monjas criaram uma massa de pão. Até hoje a fabricação segue a receita original que as monjas mantém em segredo. O Mazapán original é vendido somente no Monasterio de San Clemente, mas você encontrará muitas outras lojas na cidade vendendo réplicas do doce. Horários da loja do Monasterio de San Clemente: segunda a sexta das 10:00 às 13:00 e das 16:00 às 18:30. Sábado das 10:30 às 14:00 e das 16:00 às 18:30. Domingo das 12:00 às 14:00 e das 16:00 às 18:00.

Monasterio de San Clemente Toledo
Loja do monastério: Mazapán com a receita original (desde o século XIII), além de outros doces
Mazapán Toledo
Mazapanes La Abadia: feitos pelas monjas do Monasterio de San Clemente. Aceita um?

Opcional: perto do Monasterio de San Clemente ficam o Convento de Santo Domingo el Antiguo e o Real Colegio de Doncellas Nobles (atrações que eu não considero imperdíveis). Eu deixei essas duas atrações para a Rota 3, mas dependendo do tempo disponível e das suas preferências, você pode adaptar o roteiro e já ir nessas atrações. Veja mais detalhes dessas atrações na Rota 3.

Do Monasterio de San Clemente até a Iglesia del Salvador: volte até Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas), entre na Calle Alfonso XII (cuidado não é a Alfonso X), vire na Cale Rojas e siga até a Plaza del Salvador.

Iglesia del Salvador: a Iglesia del Salvador é uma antiga mesquita convertida em igreja católica em 1159. Ela conserva traços muçulmanos, visigodos e possui escavações arqueológicas. A sua torre fica sobre o antigo minarete (torre da mesquita). No pátio externo há um pequeno cemitério medieval católico. É possível subir na torre, mas ela é bem pequena (10 metros) e a vista não é atrativa. Nessa igreja Juana de Castilla (Juana la Loca) foi batizada. Duração: é uma igreja pequena e a visita é rápida. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: acesso gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, horários, preços e os dias em que a igreja não abre: Iglesia del Salvador.

Iglesia del Salvador Toledo
Fachada da Iglesia del Salvador
Iglesia del Salvador Toledo
Dentro do templo
Iglesia del Salvador Toledo
Ruínas no subsolo da igreja
Iglesia del Salvador Toledo
Cemitério medieval católico no pátio

Após a Iglesia del Salvador siga pela Calle Santo Tomé, vire na Travesía del Conde e vá até Plaza del Conde, onde está a Iglesia de Santo Tomé.

Iglesia de Santo Tomé (El Entierro del Señor de Orgaz): nessa pequena igreja fica a tela El Entierro del Señor de Orgaz, considerada por muitos como a principal obra de El Greco. A tela, concluída em 1586, ainda permanece no seu local original e se encontra em excelente estado de conservação. Ela representa um milagre ocorrido na morte do Señor de Orgaz, benfeitor dessa igreja no século XIV. Dentre os vários personagens da tela está o próprio El Greco, com um olhar direto para quem estiver apreciando a tela e o seu filho (a única criança retratada na tela). É uma obra espetacular, cuja história está intimamente ligada à própria Iglesia de Santo Tomé, onde o Señor de Orgaz está enterrado. A pequena igreja, que fica em uma antiga mesquita, foi reconstruída com recursos doados pelo Señor de Orgaz. Duração: visita rápida, a principal atração da igreja é a obra de El Greco. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, preços, horários e veja a história do quadro: Iglesia de Santo Tomé.

Não é permitido tirar fotos dentro da Iglesia de Santo Tomé.

Iglesia de Santo Tomé Toledo
Fachada simples da Iglesia de Santo Tomé
Iglesia de Santo Tomé Toledo
Dentro da igreja o fica a tela “El Entierro del Senõr de Orgaz” (considerada a principal obra de El Greco)

Judería: após a Iglesia de Santo Tomé siga pela Calle San Juan de Dios onde você entrará na Judería (pequenos detalhes no chão marcam o início do antigo bairro judeu), que fica na parte mais baixa do Casco Historico. Vire na Calle Reyes Católicos e siga até o Paseo e os Jardines del Tránsito. Ali ficam a Sinagoga del Tránsito (Museo Sefardí) e o Museo de El Greco.

Judería Toledo Espanha
Símbolos que marcam o início do bairro judeu em Toledo
Jardines del Tránsito Toledo
Jardines del Tránsito: em frente à Sinagoga del Tránsito e ao Museo de El Greco

Sinagoga del Tránsito (Museo Sefardí): a sinagoga, do século XIV, é o edifício que mais representa o título de “La Ciudad de las Tres Culturas” de Toledo. Além da preservada sinagoga, o local também abriga um museu sobre a história e a cultura sefardita (judeus que viveram na Península Ibérica até 1492 e seus descendentes), desde a chegada na região nos tempos romanos, passando pela perseguição da Inquisição Católica, pela expulsão ordenada pelos Reyes Católicos em 1492 (que resultou nas muitas comunidades sefarditas espalhadas pelo planeta), até os dias atuais. A Sinagoga del Tránsito é considerada o principal edifício hispano-judio. Após 1492 o templo teve várias funções: igreja católica, ermita, hospital, asilo e sede de ordens militares. Atualmente o prédio ainda conserva as características de uma sinagoga, mas com influências católicas e mudéjares, resultando em um autêntico edifício de três culturas. Duração: é uma visita relativamente rápida, uns 30 minutos ou um pouco mais, dependendo do seu interesse. Preço: 3 euros. Ticket combinado com o Museo de El Greco: 5 euros. Horários: terça a sábado das 09:30 às 18:00 (19:00 de março até outubro) e domingo das 10:00 às 14:00. Confirme as informações, preços, horários e os dias em que a sinagoga não abre: Sinagoga El Tránsito (Museo Sefardí).

Sinagoga del Tránsito Toledo
Fachada da Sinagoga del Tránsito
Sinagoga del Tránsito Toledo
Interior do templo
Sinagoga del Tránsito Toledo
Teto mudéjar e misturas de estilos

Museo de El Greco: localizado no Paseo del Tránsito, ao lado da Sinagoga del Tránsito. É um museu centenário (inaugurado em 1911) em uma inciativa de valorizar o então praticamente ignorado El Greco. O artista nasceu na Ilha de Creta na Grécia (por isso o nome El Greco), mas passou a maior parte da sua vida na cidade de Toledo (no final do século XVI e início do XVII). O museu fica no local de um palácio renascentista e de uma casa do século XVI. Na época da inauguração do museu achava-se que o artista tinha vivido nessa casa, mas depois descobriu-se que a casa de El Greco era outra ali perto (atualmente destruída). O museu possui obras de El Greco, de artistas contemporâneos e de seus discípulos (principalmente de Luis Tristán). Além das obras o museu recria alguns ambientes da época, tem um bonito jardim e galerias de um antigo edifício judeu no subsolo. Eu recomendo como uma atração para quem gosta de arte e quer se aprofundar no estilo de El Greco (note que as principais obras do artista não estão nesse museu). Duração: +- 1 hora (vai depender do seu interesse). Preço: 3 euros. Ticket combinado com a Sinagoga del Tránsito: 5 euros. Horários: terça a sábado das 09:30 às 18:00 (19:30 de março até outubro) e domingo das 10:00 às 15:00. Confirme as informações, preços, horários e os dias em que o museu não abre: Museo de El Greco.

Museo del Greco Toledo
Entrada do Museo de El Greco
Museo del Greco Toledo
El Apostolado: uma das principais obras de El Greco que está no museu
Museo del Greco Toledo
Galeria subterrânea de um antigo palácio judeu
Museo del Greco Toledo
Jardim do museu

Após a Sinagoga del Tránsito/Museo de El Greco siga pela Calle Reyes Catolicos até a Sinagoga Santa María la Blanca.

Sinagoga Santa María la Blanca: é uma pequena, porém bela, sinagoga datada de 1180 e reconstruída no século seguinte. Ela era a Sinagoga Maior de Toledo (a principal das 10 ou 12 sinagogas da cidade). Ela foi transformada em igreja católica em 1411 (antes da expulsão dos judeus em 1492) após uma revolta antissemita. Atualmente o templo se apresenta com estilo mudéjar possuindo alguns detalhes judaicos. Duração: visita rápida. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: acesso gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, preços, horários e os dias em que o local não abre: Sinagoga Santa María la Blanca.

Sinagoga Santa María La Blanca Toledo
Sinagoga Santa María La Blanca
Sinagoga Santa María La Blanca Toledo
Teto da sinagoga

Após a Sinagoga Santa María la Blanca siga pela Calle Reyes Catolicos até o Monasterio de San Juan de los Reyes.

Monasterio de San Juan de los Reyes: o lindo monastério é um dos principais pontos turísticos de Toledo, imperdível na minha opinião. O mosteiro franciscano foi construído no final do século XV por ordem dos Reyes Catolicos (principalmente da Rainha Isabel de Castilla) por três motivos: para comemorar a vitória na Batalha de Toro (que confirmou Isabel como herdeira de Castilla), para comemorar o nascimento do príncipe herdeiro Don Juan (que veio a falecer antes de assumir o trono) e para ser o mausoléu real (fato que não se concretizou pois posteriormente os Reyes Catolicos preferiram ser enterrados na Capilla Real de Granada). O Monasterio de San Juan de los Reyes é considerado a principal obra empreendida pelos Reyes Catolicos e a obra-prima do estilo gótico-isabelino na Espanha. O mosteiro tem uma linda arquitetura, mas não é tão grande para ser visitado. A visita se resume principalmente aos claustros (alto e baixo) e à igreja (com apenas uma nave). Duração: entre 30 minutos e 1 hora. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: acesso gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, preços, horários e os dias em que o mosteiro não abre: Monasterio de San Juan de los Reyes.

Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Jardim em frente ao Monasterio de San Juan de los Reyes
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Igreja do monastério
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
O prédio do monastério é riquíssimo nos detalhes
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Claustro
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Jardim do claustro
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Claustro Inferior
Monasterio San Juan de los Reyes Toledo
Claustro Superior

Puerta del Cambrón: uma das portas do Casco Historico, a Puerta del Cambrón está localizada em frente ao Monasterio de San Juan de los Reyes. A porta atual é de 1576 e possui estilo renascentista. Siga pela Bajada San Martín, que sai ao lado da Puerta del Cambrón, até a Puente de San Martín.

Puerta del Cambrón Toledo
Puerta del Cambrón: em frente ao Monasterio de San Juan de los Reyes

Puente de San Martín: é uma das duas pontes medievais sobre o Rio Tajo. A Puente de San Martín fica no lado oposto da Puente de Alcántara e da Plaza de Zocodover. Datada do século XIII (mas reconstruída ao longo da história), ela tem estilo mudéjar e duas torres em cada extremidade. Muralhas de Toledo: ao lado da ponte há belos trechos das muralhas da cidade que ainda circundam uma boa parte do Casco Historico. Tirolesa: uma atração bacana é uma tirolesa que cruza o rio ao lado da Puente de San Martín. A tirolesa tem 180 metros de extensão e se autoproclama como a tirolesa urbana mais comprida da Europa. Ela funciona diariamente das 11:00 às 20:00 e o custo é de 10 euros. Mais informações: Fly Toledo.

Puente de San Martín Toledo
Muralhas e Puente de San Martín vistas do Paseo de Recaredo
Puente de San Martín Toledo
Puente de San Martín: uma das duas pontes históricas de Toledo sobre o Rio Tajo
Puente de San Martín Toledo
Na ponte
Puente de San Martín Toledo
Rio Tajo e Casco Historico vistos da ponte
Puente de San Martín Toledo
Puente de San Martín vista do outro lado do rio
Tirolesa Toledo
Saída da tirolesa na Puente de San Martín
Tirolesa Toledo
Chegada da tirolesa

Para voltar: a rota 2 termina na Puente San Martín. Você estará na parte mais baixa do Casco Historico. A caminhada até a Plaza Zocodover é de 1,3 km na subida. Como nós estávamos bastante cansados pegamos um táxi até a Zocodover (a corrida custou 5 euros). Há também pontos de ônibus urbanos ao lado da ponte. Um táxi até a Rodoviária ou Estação de Trens deve sair entre 5 e 7 euros (aguarde um táxi passar na rua ou dirija-se ao ponto mais próximo que é na frente do Museo de El Greco).

Rota 3: Mezquita del Cristo de la Luz, Puerta de Bisagra, Hospital de Tavera, Convento de Santo Domingo El Antiguo

Parte 1 do mapa (da Plaza de Zocodover até as escadas rolantes):

Parte 2 do mapa (da Disputación Provincial até o Real Colegio de las Doncellas Nobles):

O início da Rota 3 também é na Plaza de Zocodover, mas em vez de seguirmos pelo meião do Casco Historico, vamos em direção à parte extramuros de Toledo.

Da Plaza Zocodover até a Mezquita del Cristo de la Luz: a partir da Zocodover siga pela Calle Real e desça pela Calle Real del Arrabal (continuação da Calle Real) da onde você terá uma bela vista da parte de Toledo que fica fora das muralhas.

Calle Real del Arrabal Toledo
Início da Calle Real del Arrabal: vista para a Toledo extramuros

Puerta del Sol e Puerta Cristo de la Luz: quando você estiver descendo pela Calle Real del Arrabal você passará ao lado da Puerta del Sol. Siga pela escadaria que fica em frente à Puerta del Sol e entre na Puerta Cristo de la Luz (também chamada de Puerta de Valmardón). Logo após a porta fica a Mezquita del Cristo de la Luz.

Puerta del Sol Toledo
Puerta del Sol (passe ao lado dela; você estará descendo essa rua)
Suba a escadaria em frente à Puerta del Sol
Puerta Cristo de la Luz Toledo
Entre pela Puerta Cristo de la Luz (logo após da porta está a Mesquita)

Mezquita del Cristo de la Luz: o pequeno templo tem uma enorme importância histórica e arquitetônica não só para Toledo, mas também para a Espanha. As escavações mostram que o edifício tem origem romana e que provavelmente foi uma igreja na época visigoda. A mesquita, a mais conservada entre as 10 que haviam em Toledo, data de 999 e levava o nome de Mezquita de Bab al-Mardum. Ela fica na área nobre do antigo bairro muçulmano. No século XII, após a Reconquista Cristã, o templo foi transformado em uma ermita católica. Dentro do templo há elementos visigodos, muçulmanos e românicos (como os afrescos na parede). Algumas fontes dizem que o abside mudéjar é o mais antigo desse estilo na Espanha. No terraço há um jardim com bela vista da Toledo extramuros. Lenda: quando Alfonso VI entrava triunfalmente em Toledo, na Reconquista Cristã da cidade em 1085, o seu cavalo se ajoelhou em frente à mesquita. Os cristãos entraram no templo e encontraram uma imagem de Cristo crucificado que havia ficado escondida atrás de uma parede por mais de 300 anos. Uma pedra branca na calçada em frente à mesquita marca o local onde o cavalo supostamente teria se ajoelhado. Duração: o templo é pequeno e a visita é rápida. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: acesso gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, preços, horários e os dias em que o templo não abre: Mezquita del Cristo de la Luz.

Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
A pedra branca marca o local onde o cavalo teria ajoelhado segundo a lenda
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Interior do templo que foi igreja católica, mesquita e posteriormente igreja católica novamente.
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Altar do templo
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Afrescos românicos
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Jardim e o abside mudéjar da antiga mesquita: algumas fontes dizem ser o primeiro desse estilo na Espanha
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Vista do jardim
Mezquita del Cristo de la Luz Toledo
Vista para a Toledo extramuros

Saindo do Casco Historico pela Puerta de Bisagra: após a Mezquita Cristo de la Luz volte até a Calle Real del Arrabal e siga em direção à cidade extramuros. Você passará ao lado da Iglesia Santiago del Arrabal, que não está aberta para visitas, mas é bela por fora (ela é considerada uma das mais bonitas obras no estilo mudéjar toledano). Na frente da igreja fica a Puerta de Bisagra (Puerta Nueva de Bisagra), de origem muçulmana, mas reconstruída nos séculos seguintes. Ela fica na divisa da cidade amuralhada com a cidade extramuros e é a porta principal e mais movimentada do Casco Histórico de Toledo. Muralhas: nessa região as muralhas ainda estão conservadas. Já fora da cidade amuralhada fica o Parque de la Vega. Atravesse o parque até o Hospital de Tavera, que fica do outro lado do parque.

Calle Real del Arrabal Toledo
Calle Real de Arrabal
Iglesia Santiago del Arrabal Toledo
Iglesia Santiago del Arrabal com a Puerta de Bisagra ao fundo
Puerta de Bisagra Toledo
Puerta de Bisagra vista do lado de fora da cidade amuralhada: ela é a principal porta do Casco Historico
Parque de la Vega Toledo
Parque de la Vega Toledo: atravesse o parque para chegar ao Hospital de Tavera

Hospital de Tavera: o antigo hospital é mais uma atração surpreendente de Toledo. Também conhecido como Hospital de San Juan Bautista ou Hospital de Afuera (por ficar fora da cidade amuralhada), é um ponto turístico meio esquecido e pouco visitado de Toledo (ele fica um pouco afastado das principais atrações). Visitas: a visita livre inclui o pátio, a igreja e a sacristia. A visita guiada passa pelo palácio-museu e pela farmácia. História: o hospital foi construído entre 1541 e 1603 por ordem do Cardenal Tavera (cujo sepulcro está no centro da igreja). Atualmente o local funciona como museu e escola. Arquitetura: o prédio, com muitas influências italianas, foi o primeiro no estilo renascentista em Toledo. Ele é considerado a principal obra nesse estilo na cidade. Casa Ducal de Medinaceli: é uma das famílias nobres mais tradicionais da Espanha (com raízes na família real de Castilla). Ainda hoje o Hospital de Tavera é administrado pela família cuja maioria dos membros está enterrada na cripta da igreja. Pátio: a entrada no prédio se dá por um pátio duplo por onde se acessam as demais dependências. Igreja: dedicada à San Juan Batista ela possui em seu centro o sepulcro em mármore carrara do Cardenal de Tavera (idealizador do hospital), considerada uma das principais obras de arte funerária espanhola. A face do cardeal no sepulcro é realista, pois foi confeccionada a partir de uma máscara mortuária. Último projeto de El Greco: a igreja tem um retábulo lateral projetado por El Greco e realizado por seu filho (foi o último projeto de El Greco que morreu durante a confecção da obra). Sacristia: a sacristia da igreja é um museu que reúne importantes obras de El Greco e de outros artistas. A principal é uma escultura de Cristo Crucificado feito por El Greco. Palácio (somente na visita guiada): uma ala do antigo hospital foi transformada em um palácio-museu que recria o ambiente palaciano da época. Os cômodos reúnem quadros, tapetes flamencos e móveis dos séculos XVI e XVII. Farmácia (somente na visita guiada): ela é a única farmácia de hospital na Espanha (da sua época) ainda original, com muitas vidrarias e alguns instrumentos. Arquivo do Hospital (somente na visita guiada): o arquivo reúne livros com dados de pacientes, receitas, contabilidade, etc. Duração da visita: a visita guiada dura 45 minutos. A parte não guiada pode ser visitada em uns 30 a 45 minutos. Preços: 4 euros (visita livre pelo pátio, igreja e sacristia) ou 6 euros (visita livre pelo pátio, igreja e sacrista + visita guiada pelo palácio, farmácia e arquivo). Horários (bilheteria fecha 1 hora antes): segunda a sábado das 10:00 às 14:30 e das 15:00 às 18:30 e domingo das 10:00 às 14:30. Horários visitas guiadas: 10:15, 11:00, 11:45, 12:30, 13:30, 15:15, 16:00, 16:45 e 17:30. Confirme as informações, horários, preços e os dias em que o Hospital de Tavera não abre: Hospital de Tavera (Hospital de San Juan Bautista).

Hospital de Tavera Toledo
Fachada do Hospital de Tavera
Hospital de Tavera Toledo
Pátio duplo do antigo hospital
Hospital de Tavera Toledo
Retábulo Maior da igreja
Hospital de Tavera Toledo
Sepulcro em mármore do Cardenal de Tavera
Hospital de Tavera Toledo
Retábulo lateral da igreja projetado por El Greco: último projeto do artista
Hospital de Tavera Toledo
Escultura de Cristo Crucificado de El Greco: no museu que fica na Sacristia
Hospital de Tavera Toledo
Palácio-Museu recriando o ambiente palaciano da época
Hospital de Tavera Toledo
Farmácia
Hospital de Tavera Toledo
Arquivo do hospital

Retornando ao Casco Historico pelas escadas rolantes: após o Hospital de Tavera cruze novamente o Parque de la Vega até a Puerta de Bisagra (Nueva), mas não entre no Casco Historico. Siga (à direita) margeando as muralhas. Você passará pela Puerta de Alfonso VI (também chamada de Puerta de Bisagra Vieja), construída no século X, mas reconstruída em estilo mudéjar nos séculos seguintes. Siga margeando as muralhas do lado de fora do Casco Historico até chegar à escada rolante que te levará até o prédio da Disputación Provincial já dentro da cidade amuralhada. Siga pela Calle Santa Leocadia até a Plaza Santo Domingo, onde fica o Convento de Santo Domingo El Antiguo.

Muralhas de Toledo
Muralhas de Toledo vistas do Parque de la Vega
Puerta de Alfonso VI Toledo
Puerta de Alfonso VI ou Puerta de Bisagra Vieja: não entre, siga margeando as muralhas
Escadas Rolantes Toledo Espanha
Entrada para uma das duas escadas rolantes de Toledo. No alto o prédio da Disputación Provincial
Escadas Rolantes Toledo Espanha
Escadas rolantes para subir o até o Casco Historico

Convento de Santo Domingo El Antiguo: o convento, o mais antigo de Toledo, tem origem visigoda (no século VI). Ele foi refundado no século XII por Alfonso VI após a Reconquista Cristã, mas o prédio atual é do século XVI e tem estilo renascentista. Visita: a visita é relativamente rápida e eu confesso que esperava um pouco mais dessa atração. A igreja, com apenas uma nave, tem obras de El Greco de quando o artista chegou na cidade. O Retábulo Maior e os dois laterais da igreja foram projetados por El Greco e possuem telas do artista (somente duas telas são originais, as demais são cópias). O Coro novo, o Coro velho e a Sacristia reúnem um acervo com retábulos, esculturas, telas, móveis, relíquias, manuscritos, documentos, entre outros itens, com destaque para contratos firmados por El Greco. Cripta: no subsolo da igreja fica a cripta onde supostamente está os restos mortais de El Greco, visíveis apenas por um alçapão de vidro. Na loja do convento você pode comprar os doces (inclusive mazapán) confeccionados pelas monjas (que vivem em clausura). Duração: 30 minutos ou menos. Preço: 2 euros. Horários: segunda a sábado das 11:00 às 13:30 e das 16:00 às 19:00 e domingo das 16:00 às 19:00. Confirme as informações, preços e horários: Convento de Santo Domingo El Antiguo.

Não é permitido tirar fotos dentro do Convento de Santo Domingo El Antiguo.

Convento de Santo Domingo El Antiguo Toledo
Fachada do Convento de Santo Domingo El Antiguo

Real Colegio de Doncellas Nobles: fica distante menos de 200 metros do Convento de Santo Domingo el Antiguo, com acesso pela Plaza del Cardenal Silíceo. O colégio foi fundado em 1551 pelo Cardenal Silíceo com o objetivo de educar donzelas de origem nobre cujas famílias estavam sem recursos. A visita é rápida e com 3 locais a serem visitados: a pequena e bela capela (onde está o sepulcro em mármore do Cardenal Silíceo), o pátio e a Sala Rectoral (onde ocorriam os atos mais solenes do colégio). Duração: visita rápida, menos de 30 minutos. Preço: 2,80 euros. Pulsera Turistica: gratuito. Horários: diariamente das 10:00 às 17:45 (18:45 de março até meados de outubro). Confirme as informações, preços, horários e os dias em que o colégio não abre: Real Colegio de Doncellas Nobles.

Real Colegio de las Doncellas Nobles Toledo
Fachada do Real Colegio de las Doncellas Nobles
Real Colegio de las Doncellas Nobles Toledo
Capela do colégio
Real Colegio de las Doncellas Nobles Toledo
Sepulcro do Cardenal Silíceo
Real Colegio de las Doncellas Nobles Toledo
Sala Rectoral

O Real Colegio de Doncellas Nobles é a última atração da Rota 3. Como o colégio fica bem pertinho da Judería e das atrações do final da Rota 2, você pode na sequência da Rota 3 ir nas atrações da Rota 2 que eventualmente não tenha conseguido ir.

Como chegar em Toledo

Para viajar entre Madrid e Toledo as principais opções são: trem-bala, ônibus, carro alugado ou passeios com agências.

Como ir de Madrid até Toledo com o trem-bala (Renfe): o trajeto entre as duas cidades leva cerca de 30 minutos. Geralmente há trens saindo a cada hora. Se você for em finais de semana, feriados ou na alta temporada eu recomendo comprar a passagem com antecedência: Como comprar passagens de trem na Renfe. Em Madrid os trens partem da Estação Atocha Renfe (se você for de Metrô até a Atocha desça na estação Atocha Renfe e não na Atocha). Em Toledo os trens chegam na Estação Renfe (que fica fora das muralhas), distante 1,4 km da Plaza de Zocodover. Você pode fazer o trajeto a pé passando pela Puente de Alcántara e subindo a ladeira até a Zocodover. Um táxi da Estação de Trens até a Zocodover sai por volta de 7 euros. Você também pode pegar um táxi até o Mirador del Valle (como eu indiquei na Rota 1). Os ônibus urbanos entre a Estação Renfe e a Zocodover são rápidos, baratos e frequentes. O ponto de ônibus fica na rua da estação (Paseo de la Rosa), saindo da estação à direita. A tarifa custa 1,40 euro e pode ser paga direto para o motorista (procure ter trocado). A linhas 5 e 6 são as principais e mais frequentes até a Zocodover (passam de poucos em poucos minutos). O ônibus turístico também faz o trajeto entre a estação e a Zocodover (a tarifa custa 2,50 euros).

Veja o mapa com o trajeto a pé saindo da Estação Renfe, passando pela Puente de Alcántara e indo até as escadas rolantes que vão levar até próximo da Plaza Zocodover:

Estação Renfe Toledo: a estação de trens de Toledo também é uma atração turística. Inaugurada em 1919 o belo prédio tem estilo neomudéjar com lindos vitrais, cerâmicas e muitos detalhes em madeira.

Estação de Trens Toledo Espanha
Fachada da estação de trens
Estação de Trens Toledo Espanha
O prédio foi construído no estilo neomudéjar
Estação de Trens Toledo Espanha
Vitrais e lindos detalhes da Estação de Trens

Como ir de Madrid até Toledo de ônibus: a empresa que faz o trajeto é a Alsa. A viagem dura entre 1 hora (direto) e 1 hora e meia. A frequência é boa: nos horários de pico a cada 15 ou 30 minutos. A principal vantagem de ir de ônibus é o preço: +- metade do trem-bala. Entre as desvantagens estão o tempo da viagem e o local de saída de Madrid (afastado do Centro da cidade). De Madrid: em Madrid os ônibus saem do Intercambiador da Plaza Elíptica (no sul de Madrid; acesso com as linhas 6 e 11 do Metrô). Do Aeroporto de Madrid: a Alsa também possui ônibus até Toledo partindo do terminal T4 do Aeroporto de Madrid. A Rodoviária de Toledo (Estación de Autobuses) está melhor localizada que a Estação Renfe de Trens. Ela fica a +- 1 km da Plaza Zocodover, mas a subida pode ser feita por escadas rolantes (veja o mapa abaixo). Acredito que um táxi da Rodoviária até a Zocodover deve sair um pouco mais que 5 euros. Os ônibus urbanos também são frequentes (acredito que a principal linha até a Zocodover seja a 5). A tarifa custa 1,40 e pode ser paga ao motorista (procure ter trocado).

Veja o mapa com o trajeto a pé da Rodoviária de Toledo até as escadas rolantes que levam ao Casco Historico:

Como ir de Madrid até Toledo de carro: o trajeto entre as duas cidades tem pouco mais de 70 km e pode ser feito em pouco menos de 1 hora pela Rodovia A-42.

Veja o mapa com o trajeto de carro entre Madrid e Toledo:

Dicas para alugar carro: se você pretende alugar carro na Espanha recomendo o artigo Dicas Alugar Carro. Outra dica é comprar um chip de celular com internet e usar o Waze ou o Google Maps do celular no lugar do GPS: Chip Celular Internet ilimitada.

Passeios com agências: uma maneira cômoda (e superficial) de visitar Toledo são os passeios com agências. Veja na Viator essas excursões saindo de Madrid:

Onde ficar em Toledo

Eu recomendo: você já percebeu que na minha opinião vale mais a pena dormir em Toledo do que fazer um bate-volta. Você poderá conhecer as atrações com mais tranquilidade e ter um contato mais profundo com a cidade. Toledo tem atrações para você ficar uma, duas ou até três noites, mas isso vai depender da sua disponibilidade e das suas preferências.

Economia: outra vantagem de se hospedar em Toledo é a economia. Na cidade a hospedagem e as atrações são mais baratas do que em Madrid.

Nos arredores da Plaza Zocodover: é a melhor região para se hospedar em Toledo. Eu fiquei no Hotel Carlos V que está distante 200 metros da praça e é um dos melhores do Casco Historico (mais abaixo eu comento sobre o hotel). Outro hotel bastante procurado nessa área é o Hotel Alfonso VI que fica ao lado do Alcázar. O Hotel Domus fica na praça Zocodover. Para economizar veja o Hostal la Posada de Zocodover (entre a praça e a Catedral). Veja mais opções de hotéis, hostals e muitos apartamentos para alugar nos arredores da Plaza Zocodover.

No Casco Historico: a cidade amuralhada de Toledo é gigante e você encontrará muitas opções de hospedagem espalhadas pelo centro medieval. Nos arredores da Catedral, bem no meio do Casco Historico, ficam boas opções como o Hotel Santa Isabel, a La Posada de Manolo, o Eurico e a Hospedaria Casa de Cisneros. Na Judería, parte mais baixa do Casco Historico e mais distante da Zocodover, fica o Sercotel San Juan de los Reyes. Veja mais opções de hotéis, posadas, hostels e apartamentos em todo o Casco Historico de Toledo.

Puerta de Bisagra (bom para economizar): nos arredores da Puerta de Bisagra, na junção da cidade murada com a cidade extramuros você encontra alguns hotéis baratos para ficar em Toledo. O caminhada até a área da Zocodover/Catedral não é tão grande, mas é na subida. Nessa área estão o Hotel Sol, o Hostal Sol e o El Hostal Puerta de Bisagra. Veja mais opções nos arredores da Puerta de Bisagra.

Extra-muros: fora da cidade amuralhada, mais distante dos pontos turísticos, você encontra algumas opções econômicas como o Hostal Madrid e o Princesa Galiana (ao lado da Estação de Trens). Veja mais opções na parte extramuros de Toledo e no entorno da Estação Renfe de trens.

A melhor vista: do outro lado do Rio Tajo, perto do Mirador del Valle e com vista incrível do Casco Historico, fica o Parador de Toledo, um dos hotéis mais refinados da cidade.

Mais opções: veja hotéis, hostels, hostals, posadas e apartamentos para alugar em toda a cidade de Toledo.

Hotel Carlos V


Excelente localização: nós ficamos no Hotel Carlos V que possui uma excelente localização, distante menos de 200 metros da Plaza de Zocodover e do Alcázar.

Boa estrutura: ele é um dos melhores e mais estruturados hotéis do Casco Historico, oferecendo um excelente custo-benefício. O hotel possui 67 quartos. O estacionamento mais próximo fica a 200 metros.

Restaurante: um grande destaque do hotel é o restaurante onde é servido o café da manhã. O ambiente é no estilo mudéjar, repleto de arcos e muito lindo. O café da manhã é buffet e bem superior ao padrão da região.

Terraço: no terraço no último andar do hotel funciona o La Azotea de Carlos V, um bar-restaurante com linda vista vista para o Casco Historico (o hotel fica na parte alta do centro medieval). É um ambiente muito bacana, com drinks, tapas e pratos satisfatórios.

Eu recomendo: gostei muito de ter ficado no Hotel Carlos V. Ele é um dos mais reservados no Booking em Toledo.

Fachada e recepção do Hotel Carlos V:

Hotel Carlos V Toledo

Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo

Restaurante onde é servido o café da manhã (arquitetura no estilo mudéjar):

Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo

La Azotea de Carlos V (bar no terraço):

La Azotea de Carlos V Toledo
Ambiente super bacana do terraço com o Alcázar ao fundo
La Azotea de Carlos V Toledo
Vista para a Catedral

O nosso quarto:

Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo Hotel Carlos V Toledo

Hotel Carlos V Toledo
Amenities
Hotel Carlos V Toledo
Vista da janela do nosso quarto para a Catedral e para a Iglesia de San Ildefonso (de los Jesuitas)

Preços e reservas: Hotel Carlos V Toledo

Onde comer em Toledo

Carcamusas Toledanas: é o mais famoso dos pratos típicos de Toledo. É um prato com carne de porco e batatas, geralmente servido em uma caçarola de barro.

Toledo possui uma quantidade enorme de restaurantes. Ainda bem que fizemos uma boa pesquisa antes de visitar a cidade e conseguimos comer bem e barato. Abaixo vão dicas de alguns restaurantes que gostamos:

Lo Nuestro: localizado na Judería, o local é uma boa opção para almoçar se você estiver percorrendo a Rota 2 do meu roteiro. Pagamos 16 euros pelo menu do dia com primeiro e segundo pratos, sobremesa e bebidas (incluindo vinho). São várias as opções de pratos, incluindo bacalhau e carcamusas toledanas. Endereço: Calle San Juan de Dios, 7. Mais avaliações: Lo Nuestro Tapearía & Restaurant.

Lo Nuestro Restaurante Toledo
Fachada do Lo Nuestro
Lo Nuestro Restaurante Toledo
Carcamusas Toledanas: prato típico de Toledo

Taberna El Gallo: excelente e econômica. Fica bem pertinho da Plaza Zocodover. São duas opções de menu (12 ou 14 euros; suplemento de 2 euros nos finais de semana) com primeiro e segundo pratos, sobremesa e bebidas (incluindo vinho). O ambiente é muito gostoso. Endereço: Callejón Sillería, 1 (no final de um beco; distante uns 30 metros da Zocodover). Mais avaliações: Taberna El Gallo.

Taberna El Gallo Toledo
Fachada da Taberna El Gallo
Taberna El Gallo Toledo
Ambiente bacana e ótimo atendimento
Taberna El Gallo Toledo
Carcamusas Toledanas
Taberna El Gallo Toledo
Bacalhau com verduritas

La Azotea de Carlos: é o bar-restaurante que fica no terraço do Hotel Carlos V (onde eu estava hospedado). O ponto alto é o ambiente super bacana e a vista incrível. Os drinks e a comida são bons, embora um pouco caros. Os pratos abaixo custam entre 10 e 14 euros cada. Endereço: Plaza Horno de la Magdalena, 4 (Hotel Carlos V). Mais avaliações: La Azotea de Carlos.

La Azotea de Carlos V Toledo
Atun Marinado en Escabeche con Berengena (berinjela) y Dulce de Pimiento
La Azotea de Carlos V Toledo
Croquetas de Jamón Ibérico
Albóndigas de Pollo (frango) en Pepitoria

Mercado de San Augustín: distante uns 50 metros da Zocodover o mercado tem um ambiente bacana com restaurantes e tapearias com os mais variados tipos de culinária. É uma boa opção. Endereço: Plaza de San Augustín. Mais avaliações: Mercado de San Augustín.

Mercado de San Augustín Toledo
Mercado de San Augustín

Plaza Zocodover / Fast Foods: a Plaza de Zocodover possui vários bares/restaurantes em um ambiente bem cheio. No geral são restaurantes pega-turistas, caros e com atendimento ruim. Na praça também ficam um Mcdonald’s e um Burger King.

Dúvidas sobre Toledo Espanha

Se você tem dúvidas sobre Toledo na Espanha deixe um comentário abaixo. Na medida do possível eu tentarei te ajudar :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *