Seguro Viagem Europa Obrigatório: Países Tratado de Schengen

Seguro Viagem Europa
Veja como funciona o Tratado de Schengen e os países da Europa onde é obrigatório o seguro de viagem

Seguro Viagem Europa: ao viajar para um dos países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen é obrigatório contratar um seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

O que é o Espaço Schengen (Área Schengen)? É uma zona de livre circulação formada pelos países signatários do Tratado de Schengen: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Grécia, Holanda, Itália, Portugal, República Tcheca, Suíça, entre outros países.

Lista dos países: mais abaixo eu coloco a lista completa dos países do Tratado de Schengen (Acordo de Schengen), explico como funciona a área de livre circulação e os documentos necessários para visitar esses países da Europa (visto, validade do passaporte, regra dos 90 dias a cada 180 dias, comprovante de hospedagem e financeiro).

Seguro Viagem Europa / Tratado de Schengen

Continue lendo o artigo ou clique nos links para ir direto aos tópicos:

Cupom desconto seguro viagem Europa

Seguro viagem Europa (Seguro Schengen): nos sites que vendem seguros de viagem, ao selecionar Europa (ou algum país da Europa) como destino da viagem, no resultado da pesquisa serão apresentados apenas planos com as exigências do Tratado de Schengen (cobertura mínima de 30 mil euros).

Cupom Desconto Seguros Promo: na Seguros Promo ganhe 5% de desconto com o cupom ONDEFICAR5

Mais 5% no boleto: na Seguros Promo você ganha mais 5% de desconto pagando com boleto bancário, totalizando um desconto de 10% 🙂

Cupom Desconto Real Seguro de Viagem: todos os links para a Real Seguro Viagem aqui no blog já possuem automaticamente um desconto de 5% nos preços (não é necessário inserir um cupom).

Cupom Desconto Allianz Mondial Assistance (válido para compras até 31/12/2018): na Allianz Mondial ganhe 20% de desconto com o cupom VIAJEFELIZ

Cupom desconto seguro viagem 10 a 35%: frequentemente as empresas de seguro viagem divulgam cupons comemorativos (temporários) com descontos maiores (até 35%). Confira se há algum cupom ativo na página que reúne os cupons desconto do Dicas Onde Ficar: Cupom Desconto Viagem e Turismo.

Artigos recomendados

Melhores Seguros de Viagem: no artigo abaixo eu faço uma análise sobre os seguros de viagem mais indicados pelos blogs de viagem e comento quais são os planos que eu mais contrato para as minhas viagens. Confira:

Seguro Viagem Esportes: a maioria dos seguros de viagem não dão cobertura para a prática de muitos esportes e atividades, principalmente radicais, de ação e de aventura. A maioria dos seguros também não cobre competições (amadora ou profissional). Se durante a viagem você for praticar algum esporte, atividade ou participar de uma competição eu recomendo a leitura desse artigo:

Seguro Viagem EUA: nos EUA o custo médico é caríssimo. Se você precisar de uma cirurgia emergencial e ficar 15 dias internado o custo pode chegar aos 100 mil dólares. Na viagem para os Estados Unidos eu recomendo a leitura do artigo:

Seguro Viagem Internacional: dicas para contratar e usar o seguro viagem como diferença entre assistência e seguro viagem, os Riscos Excluídos (itens sem cobertura ou que ocasionam a perda da cobertura), dicas para levar as apólices, aplicativos das seguradoras, seguro viagem gratuito do cartão de crédito, etc. Confira:

Resolução nº 315 da Susep

Resolução: a Resolução nº 315 da Susep entrou em vigor em 2016 regulamentando os planos de seguro viagem comercializados no Brasil. Todos os seguros de viagem comentados neste artigo estão regulamentados.

Obrigatório: com a resolução alguns itens se tornaram obrigatórios nos seguros para viagens internacionais.

Principais itens obrigatórios: DMH (Despesa Médica Hospitalar), Doenças Preexistentes (somente em casos de emergência ou urgência), Traslado Médico (remoção para o hospital mais próximo), Regresso Sanitário (remoção para o Brasil), Traslado de Corpo e Atendimento em Português (24 horas por dia todos os dias do ano) para solicitar Assistência Médica.

Assistência Viagem ou Seguro Viagem: com a resolução todos os planos também passaram a funcionar tanto no modo Assistência Viagem (quando o atendimento é realizado na rede credenciada da seguradora; nesse caso o custo é pago diretamente pela seguradora) como no modo Seguro Viagem (quando não for possível a Assistência Viagem; nesse caso você tem que pagar o custo e solicitar o reembolso para a seguradora).

Itens extras: a maioria dos planos também disponibiliza itens extras, que variam bastante entre os planos. Os mais comuns são Assistência Odontológica, Assistência Farmacêutica, Orientação em Caso de Perda de Documentos / Cartão de Crédito, Transmissão de Mensagem Urgente, Assistência Jurídica por Acidente de Trânsito, Remessa para Fiança Judicial para Acidentes de Trânsito, Assistência na Localização da Bagagem, Seguro de Bagagem Extraviada / Danos à Mala / Atraso de Bagagem, Seguro de Invalidez Permanente Por Acidente, Seguro Por Morte Acidental, entre outros.

Riscos Excluídos / Condições Gerais: antes de contratar o seguro viagem confira as Condições Gerais e os Riscos Excluídos (que não possuem cobertura ou ocasionam a perda da cobertura). Se você precisar de ajuda com essas informações solicite o atendimento das seguradoras (todas oferecem atendimento por telefone), exponha as suas necessidades e peça uma orientação para contratar o plano mais adequado para você.

Lista de países Tratado de Schengen

Veja a lista dos países signatários do Tratado de Schengen e que fazem parte do Espaço Schengen (para visitar esses países o seguro viagem é obrigatório):

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Suécia
  • Suíça
  • Mônaco, San Marino e Vaticano fazem parte de facto. Não são signatários, mas estão integrados ao Espaço Schengen por serem pequenos enclaves e terem acordos com os países que os circundam.
  • A lista acima é de maio de 2018. Novos países estão negociando a entrada no Acordo de Schengen. O site do Consulado de Portugal em São Paulo mantém uma página atualizada com os países membros.

União Européia e Tratado de Schengen: a União Européia é um acordo e o Tratado de Schengen é outro. A maioria dos países signatários do Tratado de Schengen faz parte da União Européia, mas há países da União Européia que não estão no Tratado de Schengen, bem como há países signatários do Tratado de Schengen que não fazem parte da União Européia.

A Inglaterra faz parte do Tratado de Schengen? Não, os países do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) não fazem parte do Tratado de Schengen. A Irlanda também não. A Groenlândia (que pertence à Dinamarca) também não faz parte.

O que é o Tratado de Schengen?

Tratado de Schengen: o tratado, também chamado de Acordo de Schengen, foi assinado em 1985 na pequena cidade de Schengen em Luxemburgo.

Início: inicialmente apenas 5 países eram signatários: Alemanha, Bélgica, França, Holanda e Luxemburgo. Com o passar dos anos mais países foram aderindo ao acordo.

Livre circulação: o grande objetivo do Tratado de Schengen foi criar uma área de livre circulação (chamada Espaço Schengen), sem controle fronteiriços e sem procedimentos imigratórios entre os países.

Como funciona o Espaço Schengen (Área Schengen)

Espaço Schengen: todos os países signatários do Tratado de Schengen permitem a livre circulação entre eles. É como se o Espaço Schengen (o bloco formado pelos países signatários) fosse apenas um país na questão da circulação das pessoas (e também outras questões).

Imigração na entrada e na saída do Espaço Schengen: ao viajar para o Espaço Schengen você fará a imigração ao entrar no espaço (no país que você entrar) e ao sair (no país que você sair).

Exemplo: num roteiro entrando pela Itália, seguindo para Espanha, depois França e por fim Alemanha, você fará o procedimento de imigração ao chegar na Itália e ao sair da Alemanha. A circulação entre os demais países signatários é livre. Os voos entre esses países é como se fossem domésticos (não há imigração), bem como os demais meios de transporte.

Tempo de permanência no Espaço Schengen

Visto: os brasileiros, para uma viagem turística, não precisam de visto para os países do Tratado de Schengen. A permissão de entrada será concedida (ou não) pelo agente de imigração.

90 dias em 180 dias: os brasileiros, numa viagem turística, podem ficar na Área Schengen por 90 dias (seguidos ou não) a cada ciclo de 180 dias. O agente de imigração carimbará no passaporte a sua data de entrada no Espaço Schengen dando início a um ciclo de 180 dias.

Explicando melhor a regra 90/180 dias do Espaço Schengen: ao entrar no Espaço Schengen se dá o início de um ciclo de 180 dias (a partir da data de entrada). Nesses 180 dias é permitido ficar por 90 dias no Espaço Schengen. Esses 90 dias podem ser seguidos, mas também podem ser períodos picados até somar 90 dias permanecidos dentro do espaço. Dentro do ciclo de 180 dias é permitido sair e voltar da Área Schengen até somar os 90 dias permanecidos dentro do espaço, mas será necessário fazer o processo de imigração cada vez que você entrar e sair. Após 180 dias (contados a partir do dia que você entrou no espaço pela primeira vez no ciclo; não importa o dia que você saiu) você pode começar outro ciclo de 180 dias (que iniciará no dia em que você entrar no espaço novamente). A cada ciclo de 180 dias você pode permanecer 90 dias (seguidos ou não) dentro do Espaço Schengen.

Europa: os dias permanecidos em países da Europa que não fazem parte do Tratado de Schengen (como a Inglaterra) não contam nos 90 dias.

Inglaterra: uma dúvida comum é como funciona as viagens do Espaço Schengen para a Inglaterra ou vice-versa. Funciona como uma viagem para qualquer outro país que não pertence ao bloco. É preciso fazer os procedimentos de imigração para entrar/sair do Espaço Schengen e para entrar/sair da Inglaterra (inclusive nas viagens pelo trem Eurostar).

Documentos exigidos para entrar no Espaço Schengen

  • Seguro Viagem: com cobertura mínima de 30 mil euros.
  • Passagem de volta: passagem de saída do Espaço Schengen (até 90 dias após o dia da entrada).
  • Passaporte: tem que estar válido por pelo menos 90 dias após a data prevista de saída do Espaço Schengen.
  • Comprovante de hospedagem: reserva de hotéis ou carta-convite para o período que você permanecerá no espaço.
  • Comprovante financeiro: em torno de 65 euros por dia por pessoa. Também é necessário ter disponível um valor mínimo em torno de 600 euros (mesmo que você vá ficar poucos dias). Você pode comprovar os valores através de extratos bancários, limite do cartão de crédito, saldo cartão pré-pago ou mesmo em espécie.

Cuidado com o valor da cobertura na Europa

Custo médico alto: o custo do atendimento médico-hospitalar em países da Europa com alto custo de vida pode ser considerado caro para os padrões brasileiros. Uma consulta pode custar 200 euros. Uma internação no hospital pode chegar a 2 mil euros por dia. Uma cirurgia razoavelmente simples pode custar 10 mil euros.

Seguro obrigatório: a cobertura mínima do seguro de viagem para Europa é de 30 mil euros. A maioria dos turistas compram planos com esse valor de cobertura. Para consultas médicas e procedimentos hospitalares simples esse valor está de bom tamanho. Mas caso haja um problema mais grave, como uma cirurgia mais complicada seguida de vários dias de internação, a conta do hospital pode ultrapassar o valor da cobertura do plano.

Cobertura: a seguradora vai cobrir os gastos até o valor contratado na cobertura do plano. Exemplo: você contratou um plano de 30 mil euros e o custo médico-hospitalar ficou em 50 mil euros. A seguradora é responsável por 30 mil euros e você pelos 20 mil euros da diferença.

E qual seria o valor ideal de cobertura? Não existe uma resposta certa para essa pergunta. Na verdade quanto maior a cobertura melhor. Você encontra planos de seguro viagem com cobertura de até 1 milhão de dólares. Eu procuro sempre contratar planos com pelo menos 100 mil dólares de cobertura, mas essa é apenas a minha opinião pessoal.

Cobertura dólares/euros: os sites que comercializam seguro viagem para Europa mostram vários planos com cobertura em dólares (ou mesmo reais). Não tem problema você comprar um plano com o valor de cobertura em dólares (desde que na conversão o valor fique em pelo menos 30 mil euros). Ao digitar Europa no destino da viagem nos sites Seguros Promo, Real Seguro Viagem, Allianz Mondial e World Nomads, todos os planos exibidos possuem a cobertura mínima obrigatória do Espaço Schengen. Qualquer dúvida solicite o atendimento dos sites. Os planos valem para toda a Europa (países signatários ou não do Tratado de Schengen).

Valor inferior de cobertura

Atenção: fique atento à limitação de cobertura que muitos planos colocam em itens como doenças preexistentes, prática de esportes e gravidez.

Exemplo: você contrata um plano com cobertura de 150 mil dólares, mas se a Assistência Médica necessária for para casos de doenças preexistentes, prática de esportes ou gravidez a cobertura é de apenas 30 mil dólares (ou menos).

Comum: planos com essas limitações são bem comuns, por isso fique atento ao contratar.

Cobertura Inferior Seguro Viagem Europa
Note que entre os planos desse exemplo, apenas o Travel Ace Especial (o da direita) não possui valor inferior de cobertura para doenças preexistentes, prática de esportes e gravidez

Comprar seguro viagem para a Europa mais barato

Seguros Promo e Real Seguro Viagem: os sites Seguros Promo e Real Seguro Viagem comercializam seguros de viagem de várias seguradoras. Neles você consegue comparar os preços e coberturas de vários planos ao mesmo tempo.

Mais barato do que nos próprios sites das seguradoras: pelo alto volume de vendas a Seguros Promo e a Real Seguro Viagem conseguem condições diferenciadas. Elas vendem os seguros viagem mais baratos do que nos próprios sites das seguradoras.

Bem mais barato: e não é um pouco mais barato. Muitas vezes o desconto é de mais de 50%. É uma excelente maneira de encontrar um seguro viagem econômico para a Europa. Eu comento mais sobre o assunto e faço uma comparação de preços no artigo Seguro Viagem Internacional Bom e Barato: Como Comprar e Usar.

Atendimento personalizado: a Seguros Promo e a Real Seguro Viagem também oferecem atendimento de um consultor de seguro viagem. Ao pesquisar você informa os seus dados de contato (nome, telefone e email). A partir daí você terá o contato de um consultor que te ajudará a encontrar os planos mais adequados para as suas necessidades.

Acompanhamento de sinistro: outra vantagem da Seguros Promo e da Real Seguro Viagem é que, caso você precise acionar a Assistência Médica, eles acompanham o caso junto à seguradora, te orientam e tiram as suas dúvidas.

Seguro Viagem Europa Mais Barato
Na Seguros Promo você comprara os preços e coberturas de vários planos ao mesmo tempo, além de encontrar seguros viagem mais baratos do que nos sites das seguradoras

Melhores seguros de viagem para a Europa

Os seguros de viagem que mais contrato são os planos Travel Ace Especial e os planos da Allianz Mondial.

Travel Ace Especial: é um plano com preços competitivos e um bom custo-benefício. Há coberturas disponíveis de 40, 60, 150 ou 250 mil dólares. Um dos diferenciais é que não há valor de cobertura inferior para doenças preexistentes, gravidez e prática de esportes (mas os esportes cobertos são bem restritos). Outro diferencial é que a Travel Ace possui um aplicativo para celular onde você pode solicitar Assistência Médica emergencial. O Travel Ace Especial está disponível na Seguros Promo.

Allianz Mondial: os planos são mais caros, mas contam com o respaldo da Allianz que é uma das maiores empresas de seguros do mundo. Há planos com cobertura de até 500 mil reais. Os planos cobrem a prática de qualquer esporte regulamentado. Disponível no site Allianz Mondial.

Recomendo: eu preparei um artigo com uma análise mais completa sobre os melhores seguros de viagem indicados pelos blogs de viagem. Eu recomendo a leitura: Qual é o Melhor Seguro de Viagem: Seguros Promo, Real, Allianz Mondial ou World Nomads?

Dúvidas sobre seguro viagem para a Europa

Alguma dúvida sobre o seguro viagem para a Europa? Deixe um comentário abaixo 🙂

Dicas práticas e econômicas para a sua viagem

Cupom Desconto Viagens e Turismo

  • Cupons desconto de hotéis, seguro viagem, chip internacional, parques, etc.
  • Cupons de empresas como Hoteis.com, Easysim4u, Allianz Mondial Assistance, Seguros Promo, Real Seguro Viagem, Travel Mobile, ClickBus, parques Xcaret, entre outras.
  • Confira o artigo que reúne todos os cupons de desconto divulgados no Dicas Onde Ficar:
  • Cupom Desconto Viagem e Turismo

Vantagens do Hoteis.com

  • Hotéis em 12x sem juros: pague os hotéis no Brasil e no exterior em 12x sem juros no cartão de crédito.
  • Em Reais no Exterior: pague os hotéis no exterior em Reais sem IOF e sem a variação cambial.
  • Mais vantagens Hoteis.com: cupom desconto, programa de recompensas, cancelamento grátis, etc.
  • Confira todas as dicas no artigo: Hoteis.com Vale a Pena?

4 Comentários


  1. Olá, vou á Portugal e lá aceita o PB-4, porém farei escala em Madrid que exige pelo Tratado de Schengen o seguro viagem e o PB-4 não é válido. Apenas realizarei escala, ainda assim necessito de fazer 1 seguro?

    Responder

    1. Oi Paula, tudo bem?

      Sim, você fará imigração em Madrid e terá livre acesso a toda Área Schengen (não há um controle na circulação das pessoas entre os países).

      No deslocamento entre Madrid e Portugal nem haverá imigração.

      Abraços e boa viagem 🙂

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *