Passagens Aéreas Baratas: 3 Estratégias para Comprar

Passagens Aéreas Baratas

Existe uma infinidade de teorias sobre como comprar passagens aéreas baratas: viajar na baixa temporada, comprar na terça-feira, viajar de madrugada, pelo aeroporto mais distante, cias low cost, etc, etc, etc.

Mas para a maioria dos mortais (incluindo eu) é muito difícil colocar em prática todas essas teorias.

Com o tempo eu desenvolvi as minhas próprias estratégias para comprar passagens aéreas baratas e vou compartilhar elas com vocês.

3 estratégias para comprar passagens aéreas baratas:

Basicamente as estratégias se resumem em:

  • Pesquisar e comprar a passagem no lugar certo.
  • Variedade, planejamento e paciência.
  • Acompanhamento.

Estratégia 1: pesquisar e comprar a passagem no lugar certo

Onde Comprar Passagem Aérea Barata

Pela internet temos 2 opções de locais para comprar as passagens: diretamente nos sites das companhias aéreas ou nos sites que agregam passagens de todas as cias, como DecolarSubmarino Viagens e Viajanet.

Nos sites das companhias aéreas você pagará: o valor da passagem aérea + taxas aeroportuárias (que são fixas).

Nos sites que agregam várias cias você pagará: o valor da passagem aérea + taxas aeroportuárias (que são fixas) + os encargos (que é a taxa de serviço cobrada pelo site).

Note que ao comprar em sites como DecolarSubmarino Viagens e Viajanet existe um custo a mais que são os encargos.

Agora ficou fácil! É só comprar a passagem no site da cia aérea, certo?

Onde Comprar Passagem Aérea

Mais ou menos. Para o artigo não ficar (muito) comprido e (muito) difícil de entender, eu vou (tentar) explicar resumidamente.

Para as cias aéreas nacionais, seja a passagem nacional ou internacional, o mais barato é comprar a passagem diretamente no site da cia e evitar os encargos: AzulAvianca BrasilGol e Latam.

Para as cias aéreas internacionais a estratégia se divide:

A maioria das cias internacionais que operam com frequência aqui no Brasil permitem que a passagem seja paga em reais.

Isso é muito bom porque não há a cobrança de IOF e a maioria das cias permite o parcelamento da passagem no cartão de crédito. Para essas cias vale a pena comprar diretamente nos sites delas, mas fique atento, tem que ser a versão brasileira do site. Compre a passagem no site da Tap, Alitalia, Air France, Iberia, Air Europa e da maioria das cias internacionais que operam no Brasil (continue lendo o artigo que mais abaixo tem uma lista bem completa das cias).

Nas cias internacionais cujas passagens não são cobradas aqui no Brasil, acontece o seguinte:

  • Ao comprar diretamente no site da cia, em moeda estrangeira, o valor virá em dólar na sua fatura do cartão de crédito (tem que ser internacional), sem opção de parcelamento, será cobrado 6,38% de IOF e você estará sujeito a variação cambial do dólar até a data de vencimento do seu cartão.
  • Ao comprar nos sites agregadores (DecolarSubmarino Viagens e Viajanet) você pagará aqui no Brasil em reais, sem IOF e muitas vezes poderá parcelar a compra. Mesmo tendo que pagar os encargos pode ser uma opção interessante, já que você não paga o IOF, não estará sujeito à variação cambial e nem ao ágio do dólar cobrado pelo banco no seu cartão. Nesse caso eu prefiro os agregadores.

Nossa, são muitas cias, muitos sites, tudo muito confuso. Não tem uma maneira mais simples?

Busca Passagem Aérea Barata

A boa notícia é que tem sim. Para não ficar louco pesquisando em dezenas de sites eu utilizo um comparador de passagens.

De uma maneira fácil, rápida e prática o comparador pesquisa as passagens nas cias aéreas, em vários sites agregadores e mostra todos os preços (e ainda tem várias opções para refinar a busca, como horários, aeroportos, voos diretos, etc).

O comparador que eu uso é o Voopter.

Dica: clique no link acima e salve nos seus favoritos para não esquecer :)

Nos resultados de buscas do Voopter são mostrados os preços tanto das cias aéreas quanto dos sites agregadores.

Veja um exemplo de busca:

Comprar Passagens Aéreas Baratas

O bacana do Voopter é que ele não vende as passagens, apenas indica os preços e te redireciona para o site da cia ou do agregador.

Dessa maneira você pode utilizar a estratégia que eu relatei acima e comprar a passagem no lugar certo:

  • Passagens cobradas em reais compre no site da cia.
  • Passagens cobradas em outra moeda você pode comprar no site da cia ou nos agregadores (onde eu compro).

Na busca do Voopter  você pode colocar até 4 datas diferentes de ida e 4 datas diferentes de volta, algo muito útil quando temos flexibilidade de datas.

Estratégia 2: variedade, planejamento e paciência são fundamentais 

Planejamento Passagens Aéreas Baratas

O principal erro ao comprar uma passagem aérea é comprar a passagem perto da viagem. Aí, como eu disse no começo do artigo, existem mil teorias para economizar como viajar de madrugada, aeroporto distante, comprar na terça-feira, cias low-cost, etc.

Algumas teorias são interessantes, outras são só blá blá blá. Enfim, eu uso a seguinte estratégia para não passar por todo esse estresse:

Variedade e planejamento: eu sempre tenho uns 3 ou 4 destinos de viagem em mente para os próximos 6, 8 ou 10 meses.

Paciência: após ter os destinos em mente é só esperar uma promoção de passagens aéreas para algum desses destinos. Eu faço isso há anos e sempre deu certo, uma hora ou outra surge uma promoção para algum dos destinos.

É claro que uma flexibilidade de datas disponíveis para viajar ajuda muito, já que as promoções geralmente valem apenas para alguns períodos.

Mesmo para viagens em alta temporada ou em feriados como réveillon, carnaval e natal dá para conseguir preços melhores. É lógico que para esses períodos é mais difícil conseguir uma passagem muito barata, mas com antecedência e paciência dá para comprar com preços mais econômicos.

Estratégia 3: acompanhando as promoções de passagens aéreas

Encontrar Passagens Aéreas Baratas

De nada adianta você definir os destinos com meses de antecedência, mas não acompanhar as promoções de passagens.

Há infinitas opções de sites, blogs, aplicativos, alertas, emails e outras formas de receber as promoções de passagens aéreas.

Eu não vou me alongar muito nesse assunto até porque a forma que eu acompanho as promoções é bem simples: eu entro umas 2 vezes por dia em blogs de ofertas de passagens aéreas para conferir se há alguma promoção para um dos destinos que eu tenho em mente.

Quando há uma promoção eu vou até um comparador como o Voopter para aprofundar as pesquisas e definir em qual site eu vou comprar a passagem, no site da cia aérea ou em um agregador (DecolarSubmarino Viagens e Viajanet).

Lista das principais cias aéreas:

Abaixo segue uma lista das cias aéreas que permitem o pagamento em reais, a maioria com parcelamento.

Dica: essa lista é muito útil. Salve esse artigo nos seus favoritos e consulte essa lista sempre que precisar comprar uma passagem :)

Compre nos sites das cias nacionais: AzulAvianca BrasilGol e Latam.

Compre nos sites das cias internacionais que permitem o pagamento em reais (confira se você está na versão brasileira do site): Aerolineas Argentinas, Aeromexico, Air China, Air Europa, Air France, Alitalia, American Airlines, Avianca Internacional, British Airways (no site da British em dólar, mas a passagem da British pode ser comprada no site da parceira Iberia em reais), Copa Airlines, Emirates, Etihad, Iberia, KLM, LatamLufthansa, Qatar, South African, Swiss, TacaTame (compre no site da Avianca Internacional), Tap, United Airlines.

O site das cias abaixo vendem as passagens em dólares, mas na maioria delas é possível comprar em reais em outros canais de venda (algumas cias em lojas físicas nos aeroportos outras pela central de atendimento por telefone): Air Canada, Condor, Delta Airlines, Korean Air, Singapore e Turkish. Outra alternativa para essas cias é comprar pelos agregadores: DecolarSubmarino Viagens e Viajanet.

Essas são as 3 estratégias que eu tenho usado com sucesso para comprar passagens aéreas baratas, mas é claro que existem muitas outras.

E você, tem alguma estratégia, dica ou sugestão? Compartilhe com a gente, deixe um comentário abaixo :)

Fotos (exceto à busca do Voopter): banco de imagens gratuito Pixabay sob a licença Creative Comons CC0 (não requer atribuição). 

12 Comentários


  1. Fred, eu acredito que muita informação que você deu deve estar um pouco desatualizada ou buscando uma atualização equivocada. Porque você não sita as agências de Turismo Normais. Porque é mito que elas cobram mais caro, pois, existem sistemas que encontram passagens pelo mesmo valor, da companhia e pelas OTA’s sem o cliente ficar se matando buscando em site ou nesse seu buscador milagroso que você mencionou. Além de que muitas vezes existem problemas com o aéreo sem reembolso ou até escalas em países que só é permitido visto. E em muitos casos o molho fica mais caro que o frango. Isso é tentar se criar uma “independência ” falsa pois quando você necessita de qualquer coisa mais técnica as pessoas recorrem as Agências de Turismo tradicionais. Acredito que o seu post foi muito furado por deixar este ponto sem ser mencionado.

    Responder

    1. Oi José Eduardo, tudo bem?

      Obrigado pelo seu comentário. Apesar de expor uma visão diferente da minha ele é muito importante para o livre debate de ideias.

      Mesmo que os sistemas das agências já encontrem passagens pelos mesmos valores dos sites das cias aéreas (o que eu não acredito, já que sempre há uma taxa de serviço) eu ainda acho mais cômodo pesquisar por conta própria do que depender de uma agência. Por conta própria eu tenho a liberdade de pesquisar em diversos momentos, entender o que eu estou comprando e de acompanhar as promoções durante semanas ou meses até encontrar a passagem por um bom preço.

      A viagem por conta própria tem os seus prós e os contras. Ela não é para ser observada apenas pelo lado financeiro. Além de ser mais barata (na minha opinião), viajar por conta própria virou um hobby. Hoje muitos viajantes tem o prazer de ficar em casa planejando, pesquisando e montando o roteiro da sua viagem e aprofundando na cultura dos destinos. Essa tendência está em alta e vai crescer ainda mais nos próximos anos.

      Sobre os detalhes técnicos eu diria que nem sempre o vendedor de uma agência tem o maior conhecimento. Aqui mesmo no blog eu tiro dúvidas sobre assuntos, destinos ou atrações que não estão nos sistemas das agências e que muitos vendedores nem ouviram falar. De certa maneira o turismo através de uma agência é engessado e depende do que existe no sistema. Ao viajar por conta própria temos uma maior liberdade não só durante a viagem, mas também no planejamento dela.

      O mercado é grande e tem espaços para todos. As agências vão atender os clientes que não possuem tempo, interesse ou confiança para viajar por conta própria.

      Já os viajantes independentes cada vez vão passar mais longe das agências. Viajar por conta própria é um hobby.

      Abraços :)

      Responder

  2. Olá, Fred! Parabéns pelo post super incrível e valeu cada dica! Vou para Portugal e como as passagens pela Tap subiram exorbitantemente depois que a empresa reestruturou o formato das passagens, decidi caçar alternativas… Confesso que estou bem receosa… Recorri ao viajanet (parcela em 10 x tb), e achei os voos com escala pela Iberia bem mais em conta. Mas, fazendo exatamente a mesma busca diretamente pela Iberia, está ficando bem mais caro… E no viajanet dá direito ao despache de bagagens… e agora? É confiável mesmo?

    Responder

    1. Oi Gabriela, tudo bem?

      Dá uma olhada se nos preços do Viajanet já inclui todas as taxas. Geralmente os preços são mais caros que direto no site da cia aérea (porque inclui os encargos = lucro do site). Mas se estiver mais barato acho que vale a pena. Na minha concepção o Viajanet é um site confiável (mas como em qualquer empresa pode acontecer erros ou problemas).

      Consulte direto no site da Iberia para o Brasil. Você compra a passagem em reais (sem o IOF) e também pode parcelar (não sei em quantas vezes). Normalmente a passagem é mais barata no site da cia. aérea do que em site de vendas de passagens.

      Abraços :)

      Responder

  3. Boa noite,

    Tenho uma dúvida sobre a Turkish. No site, o valor cobrado é em reais ou dólar quando optamos pelo cartão com parcelamento?

    Responder

  4. Fred, parabéns pelo site! Excelentes abordagens, textos muito bem escritos e muito didatico!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *